Tema de redação
Justiça com as próprias mãos: o impacto na sociedade brasileira

Textos motivadores

Texto 1

Captura de Tela 2016-02-09 às 17.36.05

 

Texto 2

Diariamente os telejornais de todo o país noticiam uma avalanche de crimes, que fazem as vítimas e/ou parentes, desesperadamente suplicarem: “eu quero justiça”! A dor é ainda maior, porque no momento mesmo da súplica, eles tem a triste certeza de que não serão atendidos.(…)

A pena restritiva de liberdade, consoante o Código Penal brasileiro, se dá em virtude do indivíduo infringir as normas de convivência pacífica entre os homens. No século XVI, o filósofo inglês Thomas Hobbes, em seu livro Leviatã, pontuou que o estado natural do homem é a guerra, em virtude de desejarem as mesmas coisas, só podendo se adquirir a paz, mediante um Contrato Social, onde renunciariam suas liberdades ao Estado, passando a ser este o responsável pela aplicação da justiça. Como o Estado tem fracassado na sua missão, o estado natural do homem ressurge e o que se vê é uma violência espraiada por toda a sociedade.

O descrédito com o Poder Judiciário no Brasil, traz como consequência o aumento no número dos justiceiros. Pois se o Estado não me oferece justiça, a farei com as próprias mãos, é o que toma assento no inconsciente coletivo das pessoas vitimadas pela violência generalizada. Isso decerto não aconteceria se vigente fosse de fato, o Contrato Social. (…)

(Retirado de: https://www.opovo.com.br/app/opovo/opiniao/2014/05/16/noticiasjornalopiniao,3251615/ justica-com-as-proprias-maos.shtml)

 

Texto 3

Ocorre que o senso de injustiça é muito arraigado em nós. Pesquisas com diversas espécies animais mostram que essa noção tem origens antigas na escala evolutiva: de ratos a gorilas, punir infrações parece ser útil há muitas eras. Noções de dano, contaminação, deslealdade e desobediência sinalizam em nós com muita força as sensações de certo e errado, automaticamente dando origem a desejos de vingança ou reparação. Mas ser civilizado significa exatamente conseguir conter tais impulsos primitivos, franqueando às autoridades superiores a efetivação da justiça.

Quando as pessoas sentem que podem – ou que até devem – tomar de volta a possibilidade de usar a força física, com a alegação de que estão fazendo justiça, a mensagem transmitida é que não se crê mais no pacto social. Quer por falta de ação do Estado, quer por excesso de violações com que se deparam, elas considerarem que seu senso de justiça não está satisfeito e resolvem agir por si mesmas. A gravidade está no fato de isso indicar uma situação de anomia, na qual os fundamentos da sociedade colapsam levando à ausência de regras e, consequentemente à incapacidade de adequação aos padrões de conduta.

Forma-se um círculo vicioso no qual as pessoas se sentem injustiçadas, não creem na ação do Estado e por isso rompem o pacto social, o que gera mais injustiça. É um dos poucos momentos em que não há muita margem para debate: tanto quem está à esquerda como quem está à direita concorda que a única saída é o resgate da legitimidade do Estado.

(Retirado de: https://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/daniel-martins-de-barros/justica-com- as-proprias-maos/)

Redações de exemplo sobre o tema Justiça com as próprias mãos: o impacto na sociedade brasileira

Leia as redações já enviadas para este tema.

Redação sem título.

O estado de natureza hobbesiano caracteriza-se por uma guerra de todos contra todos, na qual cada indivíduo possui o ...

Leia a redação completa

Um crime não justifica outro

Fazer justiça com as próprias mãos é um ato medieval, o qual demonstra desrespeito pelo pacto social, tanto pelos mot...

Leia a redação completa

Violência sem causar é crime

Violências sem causar é crime, e podê te leva para a cadeia . com o número exagerando de violência nas ruas , as pess...

Leia a redação completa

Sapiência com a Justiça

Dar-se-á percepção através dos meios de propagação midiática que diariamente são registrados inúmeros casos de crimin...

Leia a redação completa

A justiça que não é justa

Justiça é um conceito abstrato que se refere a um estado ideal de interação social em que há um equilíbri...

Leia a redação completa

Redação sem título.

A justiça com as próprias mãos tem ocorrido com frequência no Brasil, muitos estados estão com alto nível de violênci...

Leia a redação completa

Justiça ou Vingança

Em 1780 a.c, foi criado um dos primeiros códigos de leis escritos na história, também conhecido como a Lei de Talião...

Leia a redação completa