Tema de redação
A tolerância aos agrotóxicos e seus efeitos no Brasil

Podcast sobre o tema

Semanalmente nossa equipe prepara um podcast com análises sobre o tema proposto.

Textos motivadores

Texto 1

“O Brasil é campeão mundial no uso de agrotóxicos. Por dois motivos: o primeiro é porque um grande país agroexportador. E o segundo é a permissividade. A quantidade de produtos que a gente permite que sejam usados”, afirma a professora Larissa Mies Bombardi, pesquisadora do laboratório de Geografia Agrária da USP.

Dos dez produtos mais exportados pelo Brasil, sete são de origem agropecuária. Quem trabalha diariamente com o agronegócio defende que o uso de pesticidas é inevitável.

“No Brasil, nós temos a prática de agricultura praticamente o ano inteiro. A mesma região com duas ou três safras ao longo do ano. E nós estamos numa região de um país tropical. A pressão das pragas, das doenças é muito maior. Então, isso demanda um uso maior de ferramentas de controle sanitário, entre elas, o agrotóxico”, diz o chefe-geral da Embrapa Meio Ambiente, Marcelo Morandi.

Fonte: https://noticias.r7.com/brasil/agrotoxico-o-perigo-invisivel-brasil-o-campeao-no-uso-de-agrotoxicos-30012018

 

Texto 2

Quem decide quais agrotóxicos podem ser usados? E como isso ficaria no novo projeto?

– Hoje, órgãos dos ministérios da Agricultura, Saúde e Meio Ambiente são responsáveis pela análise. Com a nova redação, ela passaria a ser centralizada apenas na pasta da Agricultura.

Quanto tempo essa análise demora?

– O processo de liberação de novos produtos pode levar mais de cinco anos. Essa é uma das principais críticas dos defensores do projeto à legislação atual. Com a nova regra, esse período cai para 12 meses, período após o qual o produto ganhará registro provisório caso não haja posição conclusiva.

O que dizem os defensores do projeto?

– Deputados da bancada ruralista e membros de associações de produtores rurais afirmam que a legislação atual é defasada e impede que produtos mais seguros cheguem às lavouras. Eles afirmam que o projeto não retira poder da Anvisa, mas apenas dá mais celeridade ao processo de registro.

O que dizem os críticos ao projeto?

– Membros de movimentos como o Greenpeace afirmam que a proposta coloca em risco a saúde da população, uma vez que um dos pontos revoga a proibição do registro de agrotóxicos altamente perigosos.

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/entenda-o-projeto-de-lei-que-altera-registro-de-agrotoxicos.shtml

 

Texto 3

foto-agrotoxico

Fonte: https://conhecerparacomer.com.br/2016/03/29/agrotoxicos-ou-defensivos-fitossanitarios/

 

Texto 4

Assim como com os agrotóxicos normais, os pesticidas também são aplicados diretamente nas plantas para afastar pragas específicas. Os micro-organismos, dependendo da característica que tiverem, afastam os insetos pelo odor, por causarem intoxicação ou por outras reações que possam ter, dependo da praga em questão. Apesar do nome e dos componentes parecerem perigosos, os biopesticidas são mais seguros que os agrotóxicos comuns. Ainda de acordo com o EPA, que incentiva o desenvolvimento e a utilização desse tipo de pesticida, as vantagens são a menor toxicidade e o fato de causarem problemas apenas a pestes específicas, e não a pássaros e mamíferos.

Somado a isso, está a questão de que os biopesticidas podem ser utilizados em pequenas quantidades e têm decomposição rápida, fazendo com que o uso de agrotóxicos seja menor, o que causa um baixo impacto ambiental.

Um exemplo de sucesso dos biopesticidas é o Green Muscle, produto feito a partir da mistura de óleo mineral e esporos de fungo, e utilizado em países africanos no combate às nuvens de gafanhotos.

Nos EUA, além do EPA, a produção de biopesticidas é amparada pelo Departamento de Agricultura, que investe no desenvolvimento de tecnologias que barateiem e facilitem a produção de biopesticidas. Uma posição importante que também deveria ser tomada pelo Brasil, fronteira agrícola e com vasto potencial de desenvolvimento de novas tecnologias nessa área.

Fonte: https://www.ecycle.com.br/component/content/article/35/1442-biopesticidas-podem-ser-boa-alternativa-ao-uso-de-agro toxicos.html

Redações de exemplo sobre o tema A tolerância aos agrotóxicos e seus efeitos no Brasil

Leia as redações já enviadas para este tema.

Redação sem título.

Durante a Segunda Guerra Mundial, introduzia-se a utilização de pesticidas, como DDT, tanto para eliminar inset...

Leia a redação completa

O abuso no uso de agrotóxicos no Brasil

Há tempos ,observa-se o abuso no uso de agrotóxicos em grandes e pequenas plantações. Nesse contexto, os proprietário...

Leia a redação completa

Redação sem título.

Há tempos ,observa-se o abuso no uso de agrotóxicos em grandes e pequenas plantações. Nesse contexto, os proprietário...

Leia a redação completa

Agrotóxicos

Os deputados e senadores estão discutindo a possibilidade de aumentar o nível de agrotóxicos nos alimentos, que podem...

Leia a redação completa

O veneno está na mesa

É notório que a utilização dos agrotóxicos não é somente um problema apenas no Brasil, mas sim, no mundo todo. Como...

Leia a redação completa

Agro não é pop

O Brasil é um pais que tem como um dos seus pilares econômicos o setor primário da economia, a agropecuária desde seu...

Leia a redação completa