Título da Redação: Vertentes da Democracia

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por H. C. M.


Desde a Grécia Antiga, no pensamento de filósofos como Platão e seu discípulo Aristóteles; a Democracia é uma política idealizada e almejada por muitos. Tal regime de governo propõe um Estado com liberdade e igualdade entre o seu povo.
Inúmeros países ao redor do globo constituem-se como democratas, a exemplo do Brasil e Estados Unidos. Contudo, há amplo debate acerca do objetivo desta política, e a forma com que esta vem sendo aplicada desde a sua adoção, já que; ao longo dos anos, havendo ainda notório avanço científico, tecnológico e o desenvolvimento econômico de diversas nações, é perceptível o retrocesso social, visto que há uma crescente segregação de classes. Demonstrações de tal segregação estão presentes no cotidiano e são por vezes promovidas pelos próprios governos.
No Brasil, a chamada "camarotização" da sociedade é claramente observada pela elaboração de espaços privados, regados a luxo e conforto (voltados aos de maior poder aquisitivo), em shows, eventos e também em locais públicos como estádios de futebol e avenidas de samba; ambientes que por sua vez, deveriam ser de igual receptividade e comodidade à toda população. Além disso, é evidente a diferenciação entre a qualidade dos setores público e privado, principalmente em relação à saúde, educação e serviços.
A falta de equivalência social entre os brasileiros, deixa claro que o país necessita de uma vasta mudança para alcançar a plena Democracia. É preciso muito mais do que uma conscientização do povo. O próprio governo precisa reconhecer a importância da união de classes e promover medidas que as vincule, ao invés de segregá-las. Escolas públicas de qualidade, assim como transportes, hospitais e locais de lazer que ofereçam os mesmos benefícios aos diferentes cidadãos, devem ser implementadas para que todos possam usufruir de seus direitos analogamente.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A introdução é demasiadamente longa, embora situe bem o leitor acerca do tema que será desenvolvido. A argumentação é superficial e não se distancia dos textos motivadores da coletânea. A proposta de intervenção é pertinente. Sugere que o governo precisa "reconhecer a importância da união de classes" através da melhoria de serviços públicos. Entretanto, o candidato poderia ter englobado outros agentes que contribuam para a resolução do problema (escola, família, religião, ongs, etc). No mais, o candidato demonstra bom conhecimento da modalidade escrita padrão da língua, bem como da tipologia textual requerida.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás