Título da redação:

Camarotização da Sociedade: Um produto do Cidadão junto ao Estado

Tema de redação: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada em 10/03/2015

A Camarotização da sociedade, na medida em que amplia a segregação de classes, transforma o principal ideal da Democracia, a igualdade parcial, em ruínas. Entretanto, não é possível culpar, inteiramente, os cidadãos pela camarotização; O Estado também tem culpa, que decorre devido a displicência para com os serviços públicos. De origem grega, a ideia de Democracia relaciona-se principalmente no princípio da igualdade - entretanto - esta não necessita ser perfeita, basta existir convivência cotidiana. Infelizmente, a constante ampliação da segregação de classes, fere o ideal democrático, restringindo a interação social, seja em uma partida de futebol, onde os ricos ocupam camarotes e os pobres, a arquibancada - ou até mesmo - em situações diárias, como na educação, na qual escolas particulares são frequentadas em sua maioria por filhos de cidadãos ricos, e as públicas, em geral, por filhos de cidadãos mais necessitados economicamente. O Estado não está isento da culpa. Um dos principais motivos para ricos procurarem a educação particular, além de outros serviços pagos, como atendimento hospitalar particular, é a falta de qualidade dos serviços públicos. Cabe ao Estado, portanto, disponibilizar qualidade pública equivalente a particular, dando assim, um inicio ao retrocesso da camarotização, e consequentemente tornando o país mais democrático.