Título da Redação: Um basta à sociedade estamental

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.



Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Carolina Santucci

    Logo no início da redação, eu sugiro que modifique a parte que fala sobre os traços capitalistas sobreporem-se aos étnicos, uma vez que a segregação racial também é extremamente presente em nossa sociedade. Você pode dizer que somou-se um novo "apartheid", ou uma nova segregação. No segundo capítulo, acredito que não seja interessante colocar essa característica de segregação social apenas como brasileira. Nos Estados Unidos, por exemplo, isso está mais presente do que nunca. É mais interessante dizer que isso tem ocorrido em países cujo capitalismo apresenta traços mais relevantes; ou em países emergentes e/ou ricos. Ainda no segundo parágrafo, não são os setores públicos que supervalorizam os lucros; e sim os privados. O processo de privatização de serviços que deveriam ser públicos é uma das maiores causas desse problema. O que ocorre com os espaços públicos é uma desvalorização em relação à qualidade do serviço ou da infraestrutura do espaço; o que acaba afastando as camadas privilegiadas da sociedade. Além disso, pode ser interessante citar que a ascensão da classe média gera um tipo de repulsa por indivíduos menos abastados, além do medo da perda dos privilégios sociais. Na linha 5 do segundo parágrafo, quando você diz que o estado permite a "capitalização" de espetáculos; acredito que você deva trocar por "privatização" do lazer; uma vez que os espaços públicos de lazer tornaram-se poucos, de difícil acesso e com pouco oferecimento cultural. O terceiro parágrafo está bom! Só sugiro que acrescente que a falta de investimento em educação pública aumenta esse abismo social; e não apenas na educação básica. Quanto à conclusão, não acredito que seja correto dizer que lugares públicos oferecem menos proteção. Só é válido dizer isso se você deixar explícito que esse é o pensamento das classes dominantes! Do contrário, dizer isso seria apenas uma reprodução de achismos e senso comum. Além disso, sua proposta de intervenção deve ser mais detalhada, com reais soluções para o problema - pois dizer que as camadas altas devem deixar privilégios de lado é algo muito utópico. Uma forma de diminuir o problema é a melhoria dos serviços públicos mais básicos, como transporte e educação. A saúde, por outro lado, além de melhoria estamental, pode passar por um processo de descentralização privada; para que mesmo as famílias com poder aquisitivo alto, optem pelo serviço público de saúde. São apenas exemplos de como pode-se desenvolver uma conclusão que possua reais propostas de intervenção. Acredito também que a frase que cita ao final, não possui correlação com o tema proposto! No mais, seu domínio do português é ótimo e o desenvolvimento da estrutura dissertativa também. Espero ter ajudado! Boa sorte :DD

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás