Veja 8 dicas de como estudar para concurso público sozinho e garanta a sua aprovação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Fala-se muito sobre cursinhos preparatórios para concurso, mas nem todos(as) podem fazê-los. Independente do motivo, a alternativa de muitos concurseiros é se prepararem por conta própria. Porém, infelizmente, é comum não saber como estudar para concurso público sozinho, pois, de fato, pode ser uma tarefa bem complicada.

Entretanto, como o nosso compromisso aqui é oferecer tudo o que seja possível para ajudar vocês a alcançarem a tão sonhada aprovação, neste artigo reunimos 8 dicas sobre como estudar sozinho para concurso público e ser aprovado(a)!

1. Use bem o seu tempo 

Um dos maiores terrores de quem estuda para concurso público, sozinho(a) ou fazendo cursinho, é o tempo. Infelizmente, muitos(as) ignoram pequenos detalhes e acabam sendo prejudicados nos estudos.

Para que isso não aconteça com você, é necessário saber sobre datas, prazos e usar bem o tempo que você tem disponível para estudar. 

Tendo isso em vista, antes de começarmos as nossas dicas, vamos à lista do que é fundamental para ter o tempo como seu aliado nessa jornada preparatória.

  • Datas de provas do concurso que você vai prestar;
  • Horários disponíveis para estudar;
  • Tempo que será dedicado exclusivamente aos simulados e realização de provas anteriores;
  • Tempo que será dedicado exclusivamente para o descanso e para atividades físicas.

Como estudar para concurso público sozinho e ter o tempo como seu aliado?

Com esses 4 elementos em mente, agora você já está pronto(a) para organizar e usar bem o seu tempo. 

Primeiramente, o que você deve fazer é anotar as datas de provas para saber calcular qual será o seu prazo para se preparar. Isso fará com que saibamos melhor planejar nossa rotina de estudos.

Em segundo lugar, é necessário fazer um quadro de horários com todas as atividades do seu dia, inclusive a hora de dormir e a hora de acordar.

Depois que todas as atividades já estão listadas e com os horários determinados, você já pode determinar quais são os momentos do seu dia que serão dedicados aos estudos e revisões de conteúdos.

Ainda na organização da rotina de estudos, inclua os dias e horários que serão dedicados à execução de simulados e provas anteriores do concurso que você vai prestar.

Para inclusão dos simulados e provas anteriores, você pode pensar, de acordo com o seu planejamento de estudos, se isso será feito semanal ou quinzenalmente.

Por último, mas jamais menos importante, não deixe de tirar os seus dias de folga. Saber como estudar para concurso público sozinho não envolve apenas técnicas e mais técnicas de estudo.

Para garantir o seu cargo público, não tenha dúvidas: é essencial manter mente e corpo equilibrados. Caso contrário, tenha a certeza de que bons resultados podem demorar a aparecer por aí ;(

Então, dito tudo isso, não dê bobeira. Portanto, anote todo esse passo a passo e tenha o tempo como um aliado durante os estudos agora mesmo!

2. Organize seu espaço de estudos

Outro problema muito comum para quem está estudando para concurso é não conseguir manter a rotina de estudos. 

E um dos fatores que podem estar atrapalhando quem está com esse probleminha por aí é estar estudando num ambiente de estudos não muito adequado.

Mas acalmem-se! Não estamos falando que para ser aprovado(a) é necessário um escritório ou sala de estudos planejados por um(a) renomado(a) designer. 

Para quem já nos acompanha por aqui, não é novidade que uma das nossas palavras de ordem é: estratégia.

O que queremos dizer, então, sobre ter um ambiente de estudos adequado é que você deve ter estratégias para organizá-lo de forma a torná-lo, também, um aliado durante a sua jornada preparatória. 

Como estudar para concurso público sozinho e ter um ambiente de estudos organizado?

Primeiramente, é essencial escolher um espaço que seja mais tranquilo, sem tanta movimentação de pessoas.

Além de buscar um ambiente mais calmo, é essencial que a área seja iluminado e arejada. Isso tornará o seu espaço de estudos mais confortável, agradável e, consequentemente, o foco para se concentrar nos estudos será garantido.

Em segundo lugar, agora que a escolha do ambiente já foi feita, é hora de preparar o seu espaço para que ele tenha tudo o que for necessário de forma acessível.

Pensando nisso, no fácil acesso a livros, apostilas e materiais de estudos, tenha em mente que você deve ter duas zonas nesse ambiente de estudos.

A primeira zona é onde estará a sua mesa, a qual deverá ter espaço suficiente para os livros, ou apostilas, que estarão sendo usados no momento em que você estará estudando, e também para os seus cadernos de anotações e resumos.

Ainda no espaço de uso da mesa, uma outra dica é deixar um cantinho reservado para as canetas e post-its que você utilizará para potencializar os processos de memorização durante os estudos.

A segunda zona do espaço será reservada para armazenar o restante dos materiais de estudos, ou seja, os livros, apostilas, materiais que você utilizará para consultar algum tema ou para aprofundar alguns conteúdos.

Pronto! Você já tem as melhores estratégias para organizar tempo e ambiente de estudos. Já deu para perceber que estudar sozinho(a) para concurso não precisa ser um problema por aí mais, né?

3. Estude antes do edital ser publicado

Sabe outra dica para usar bem o tempo? Estudar antes do edital ser publicado. Mas como assim? Como isso vai me ajudar com o tempo?

Se você é aquele(a) concurseiro(a) que só estuda depois que o edital foi publicado, agradeça por estar aqui conosco neste momento 😉

Sinto em dizer, mas você está completamente errado(a)! Se o tempo é algo que precisamos, sempre, usar em nosso favor, um passo extremamente valioso é começar a se preparar antes mesmo do edital ter sido publicado.

Isso porque, sendo os editais a lei dos concursos públicos, para você que está estudando sozinho(a), é primordial mais um aliado.

Ao ler, analisar e estudar os editais anteriores, você já estará se preparando para a prova do concurso que você vai prestar. E é aí que entra a história de que estudar antes do edital ser publicado vai te ajudar, e muito, a usar bem o seu tempo de preparação para as provas.

Normalmente, as bancas de concursos da mesma área se repetem e isso é uma ótima chance de se aproximar da instituição que vai te avaliar.

Se você pensou que estava estudando sozinho(a), acho que você pode estar um tanto enganado(a). Além de nós, aqui do Projeto Redação, você também terá os editais e provas anteriores como acompanhantes nessa jornada.

Então, não marque essa bobeira, confira quais são os conteúdos mais cobrados, os pesos das disciplinas que serão exigidas. Tudo isso você encontrará nos editais de exames anteriores 😉

4. Monte e siga um bom cronograma de estudos

Você que chegou até aqui já está mais que preparado(a) para começar a colocar a parte mais importante em ação: elaboração e execução de um bom cronograma de estudos.

Chegamos, agora, numa etapa extremamente determinante para os bons resultados nos concursos públicos. 

Tudo o que, estrategicamente, indicamos anteriormente foi para que você chegasse aqui com todas as ferramentas necessárias para executar um cronograma de estudos com excelência.

Sabe aquela leitura e análise dos editais? Pois então, vamos à seleção de conteúdos que devem ser priorizados na hora dos estudos. Sabe aquele quadro de horários que montamos agora há pouco? Pois é, vamos ao preenchimento dele.

Como montar um cronograma de estudos sozinho(a)?

A primeira etapa para montar um bom cronograma de estudos é selecionar as matérias que precisam ser estudadas e quais devem ser priorizadas.

Com os conteúdos em mãos, priorize os assuntos que você tem mais dificuldade e os que têm maior peso na prova que você vai prestar.

Depois que você indicar os horários para cada um desses conteúdos, é hora de preencher o restante do quadro com as matérias que você tem menos dificuldade e que são as de menor peso no concurso.

Uma dica valiosa para otimizar melhor o seu tempo é fazer apenas revisões dos conteúdos que você tem mais facilidade. Com essa otimização, você pode se dedicar mais ainda às disciplinas de maior peso para garantir resultados melhores!

Agora que o cronograma está montado, é hora de seguir cada um dos horários ali estipulados. E aqui vai uma dica de ouro: não dê um(a) de esperto(a) e pule a hora do descanso ou da atividade física. 

Não comprometa o seu bem estar físico e mental, pois isso, com certeza, prejudicará seus rendimentos na hora dos estudos. Cuide-se para chegar onde você tanto quer!

5. Estude por bons materiais

Se ainda não chegou o seu momento de se perguntar “Qual material eu devo usar para estudar para concurso público sozinho(a)?”, fique calmo porque sua hora vai chegar!

O bom é que, acompanhando as nossas dicas, quando a dúvida bater, a resposta já estará prontíssima!

Antes de começarmos a falar mais sobre os materiais, aqui vai vai um esclarecimento necessário: não existe um material melhor do que outro.

Mas calma, é claro que não indicaremos aquele material incompleto e que não está nada de acordo com as provas das áreas dos concursos que vocês vão prestar.

O que queremos afirmar aqui é que vai depender do concurso que você vai prestar e do nível desse concurso. É isso que fará com que você decida qual o melhor material de estudo para você.

Como já dizemos muito por aqui, é extremamente importante que você saiba escolher o que é produtivo para você.

Não existe método mágico, muito menos material que faz milagres. Se você está escutando isso por aí e pensa em seguir esse caminho, cuidado! Você está sendo enganado(a).

Apostilas impressas – indicadas para concursos públicos menores e podem ser encontradas em bancas de jornais e livrarias.

Apostilas em PDF – indicadas para concursos maiores, mais concorridos, uma vez que são materiais mais completos, que vão oferecer abordagens mais completas de conteúdos mais específicos.

Materiais especializados – indicados para todos os níveis de concursos público. Sempre que possível, invista em materiais especializados para garantir um estudo dirigido por especialistas da área.

6. Faça provas anteriores

Lembra quando falamos sobre ler e analisar editais passados? Pois então, fazer provas anteriores segue a mesma lógica.

Nesse sentido, resolver provas passadas também será uma estratégia que fará você usar o seu tempo da melhor forma possível, além de te colocar mais próximo(a) da banca que vai avaliar o seu desempenho no exame.

Além disso, outro benefício da resolução de processos seletivos anteriores é: revisar os conteúdos mais cobrados, principalmente aqueles considerados básicos.

Portanto, essa etapa do nosso passo a passo sobre como estudar para concurso público sozinho fará com que você aprimore os seus estudos e possa avaliar o seu desempenho também.

7. Utilize plataformas online

Como falamos no início deste artigo, pagar um cursinho nem sempre cabe no orçamento de todos estudantes. Entretanto, já existem diversas plataformas online que oferecem videoaulas, monitoria, correções de redação, simulados ou apostilas por um preço mais acessível.

Então, para quem está procurando uma forma de estudar sozinho para concursos públicos, uma ótima dica é contar com plataformas que podem te ajudar a melhorar o seu desempenho nos estudos sem precisar sair de casa.

Além disso, são diversos materiais, vídeos do YouTube, podcasts, ebooks, studygrams, etc. que oferecem, gratuitamente, conteúdos de qualidade para estudantes que estão embarcando nessa jornada sozinhos.

Mas atenção: é importante saber filtrar quais conteúdos valem a pena e não se deixar distrair pelas redes sociais. Afinal, o tempo é apertado e é muito importante seguir o seu cronograma de estudos para alcançar a sua aprovação.

8. Mantenha-se motivado(a)

Nossa última dica de hoje talvez pareça muito simples, mas não se engane. Sem estar motivado(a), de nada vai adiantar o que falamos aqui anteriormente.

Talvez pareça exagero fazer essa afirmação, mas acreditamos que, para manter foco, ter determinação, não desistir no primeiro desafio, é necessário manter-se motivado(a).

Ter em mente, de forma clara, os objetivos a curto, médio e longo prazo fará com que você não se perca no meio do caminho.

É claro que o caminho é árduo, ele requer grandiosas mudanças de vida, muitas vezes. E isso nem sempre é tão simples. Portanto, mantenha viva a motivação por aí!

Financeira? Profissional? Para nós isso não interessa, o que precisamos é que isso esteja claro para você todos os dias de sua vida, inclusive após a sua nomeação no cargo escolhido.

Agora que você já sabe como estudar para concurso público sozinho, quer tal conhecer uma plataforma que pode te ajudar a se preparar melhor para a parte escrita das provas?

Conheça os planos de correção de redação do Projeto Redação! Utilizando o cupom CONCURSEIRO você garante 15% de desconto para praticar com feedbacks completos e uma grade de correção específica para concursos.

Quer melhorar a sua produção textual para concursos?

Utilize o cupom CONCURSEIRO e receba 15% de desconto nos planos do Projeto Redação!

Mariana Pacheco

Mariana Pacheco

Letrista da UFG. Educadora por aí. Mestra das redações. Fã das minhas cachorras e de texto bão!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000