Blog Projeto Redação

Confira as 5 competências do Enem para garantir a nota 1000

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Todos sabemos como a redação do Enem é uma das partes mais importantes do exame. Para ter bons resultados e conseguir a tão sonhada vaga em uma universidade, você deve conhecer quais são as 5 competências do Enem.

Mas calma, parece ser muito complicado, né? Mas para prepará-lo(a) melhor para essa etapa muito importante que está por vir, fizemos esse post para você entender tudo sobre como a sua redação é avaliada no Enem. Borá lá?

Competências do Enem: gif de um homem fazendo sinal com o polegar para cima e mostrando empolgação.

Quais são as competências do Enem?

As competências do Enem são utilizadas para garantir que seu texto seja corrigido da forma mais coerente pela banca de avaliação do exame. 

Quando o corretor receber sua redação, ele vai analisar os seguintes tópicos: 

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa. 
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3:  Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. 
  •  Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema apresentado, respeitando os Direitos Humanos e a diversidade sociocultural.

É importante saber também que o valor atribuído para cada uma dessas categorias é de 200 pontos. Dessa forma, a somatória das 5 competências do Enem é de 1000 pontos. Ou seja, garantir a nota total nessa prova pode te ajudar, e muito, a melhorar a sua média final no exame.

Quais são as formas de pontuação das competências do Enem?

Agora é o momento em que você deve estar se perguntando como funciona a avaliação dentro das competências, certo? 

Em cada um desses parâmetros a pontuação pode variar de 0 até 200 pontos. Sendo 0 pontos um desempenho insuficiente, desclassificando a competência, e 200 pontos um ótimo desempenho. 

Essa variação de pontuação acontece de 40 em 40 pontos e em 6 níveis: 

  • 0 pontos: Desclassificado
  • 40 pontos: Precário
  • 80 pontos: Insuficiente
  • 120 pontos: Mediano
  • 160: Bom
  • 200: Ótimo

Parece uma tarefa difícil, mas para fazer uma boa redação é só conhecer bem as competências e sempre ficar de olho nas dicas de escrita de um bom texto, para arrasar na redação.

Competência 1

A primeira das competências do Enem é relacionada à norma culta padrão da língua portuguesa. Nela são cobradas compreensão de normas de sintaxe, semântica e vocabulário formal. 

No entanto, não quer dizer que você tem que utilizar uma linguagem rebuscada e complicada. No entanto, não são aceitos os usos de gírias e vocabulários inadequados. 

De acordo com os níveis de desempenho, a competência 1 é avaliada das seguinte forma: 

  • 200 pontos: Demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizarem reincidência.
  • 160 pontos: Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita.
  • 120 pontos: Demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita.
  • 80 pontos: Demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. 
  • 40 pontos: Demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da língua portuguesa, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.
  • 0 pontos: Demonstra desconhecimento da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

Competência 2

Na segunda competência do Enem é cobrada a compreensão do tema. Nessa categoria você precisa relacionar as informações dos seus argumentos, sem fuga ou tangenciamento do tema proposto.

Nessa competência a compreensão do texto é uma das principais questões, portanto é importante prestar muita atenção nos textos motivadores que são apresentados. 

Sobre a pontuação, os níveis são avaliados da mesma forma que a competência anterior, mas os critérios são diferentes:

  • 200 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.
  • 160 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 120 pontos: Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 80 pontos: Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.
  • 40 pontos: Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais.
  • 0 pontos: Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa. Nestes casos a redação receberá nota zero e será anulada.

Competência 3

Essa competência é relativa à argumentação apresentada no texto. Seus argumentos devem explicitar seu posicionamento em relação à problemática que foi apresentada. 

No que diz respeito aos critérios de avaliação, sua argumentação será analisada da seguinte forma: 

  • 200 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista.
  • 160 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista. 
  • 120 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista.
  • 80 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista.
  • 40 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista.
  • 0 pontos: Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista.

Competência 4

Essa é mais uma competência do Enem que é apresentada pela banca de avaliação e ela exige o domínio dos mecanismos linguísticos na construção da argumentação.

Para essa competência, é muito importante conhecer bem os conectivos para amarrar seu texto e apresentar seus argumentos com coesão e coerência

Os níveis de desempenho são: 

  • 200 pontos: Articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
  • 160 pontos: Articula as partes do texto, com poucas inadequações, e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.
  • 120 pontos: Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações, e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.
  • 80 pontos: Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e apresenta repertório limitado de recursos coesivos.
  • 40 pontos: Articula as partes do texto de forma precária.
  • 0 pontos: Não articula as informações.

Competência 5

Por último, mas não menos importante, temos a competência 5, que está inteiramente relacionada à proposta de intervenção.

Nessa categoria você deve ficar atento aos elementos essenciais para a criação de uma boa proposta. Isso pode ajudar a aumentar sua nota no Enem.

Competências do Enem: gif de uma mulher comemorando.

Como nas outras competências do Enem, essa também possui critérios avaliativos, principalmente no que diz respeito aos direitos humanos: 

  • 200 pontos: Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 160 pontos: Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 120 pontos: Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.
  • 80 pontos: Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.
  • 40 pontos: Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto.
  • 0 pontos: Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto.

Agora que você conhece as competências do Enem, é só começar a praticar bastante para conseguir a nota 1000 no exame! Nossa plataforma possui vários planos de correção de redação que vão te ajudar, e  muito, a desenvolver a sua escrita. É só clicar aqui, começar a produzir seus textos e rumo à nota 1000! 🚀

QUER GARANTIR A NOTA 1000 NA REDAÇÃO DO ENEM?

Utilize o cupom REDENEM e receba 15% DE DESCONTO nos planos do Projeto Redação!

Letícia Morais

Letícia Morais

Graduanda em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais. Apaixonada por livros, filmes, moda, animais e, mais ainda, por educação.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000