O que é sujeito indeterminado e oração sem sujeito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Se você conferiu o nosso post sobre sujeito determinado, já deve saber o que é sujeito e que ele possui algumas classificações. Entretanto, nem sempre é possível encontrar o sujeito de forma tão explícita, e é por isso que também existe o sujeito indeterminado e a oração sem sujeito. 

Então, o nosso post de hoje veio para te falar tudo sobre isso. E, para não restar nenhuma dúvida sobre esse assunto, vamos refrescar a sua memória um pouco! Bora lá?

sujeito indeterminado e oração sem sujeito: Gif de um homem bebem um copo d'água e balançando a cabeça de forma positiva.

O que é sujeito e o que é oração? 

O sujeito é um termo essencial da oração que é definido como o ser sobre o qual se faz alguma declaração sobre. Já a oração é uma frase que, obrigatoriamente, é composta por um verbo ou locução verbal.  

Para entender melhor, vamos pegar o exemplo a seguir: 

A menina estudou muito ontem.”

Nesse caso, “a menina” é o sujeito da oração e o termo “menina” é o núcleo do sujeito. Além disso, como já vimos, se trata de um sujeito determinado porque é possível identificar, com precisão, quem é o sujeito. 

Ufa, agora que já passamos pelos conceitos básicos, vamos entender o que é sujeito indeterminado e oração sem sujeito.

Sujeito indeterminado

O sujeito indeterminado é aquele que não é possível identificar porque ele não está expresso na oração ou porque a desinência verbal não possibilita essa identificação. 

Ele ocorre nos seguintes casos:

1. Verbos na 3ª pessoa do plural

Quando a oração apresenta um verbo na terceira pessoa do plural (eles), não é possível identificar o sujeito dessa oração, por isso o sujeito é classificado como sujeito indeterminado. Veja os exemplos:

  • Disseram que ele vai viajar.
  • Falaram que haverá greve na universidade.
  • Prenderam a quadrilha. 

Ou seja, quem disse? Quem falou? E quem prendeu? Não é possível saber, a menos que estivesse explícito em orações anteriores ou posteriores. 

2. Verbos na 3ª pessoa do singular + “se”

Outro caso de sujeito indeterminado acontece nas orações que possuem o verbo na terceira pessoa do plural (ele) seguido do pronome “se”. Confira:

  • Precisa-se de profissional de Marketing.
  • Aluga-se apartamento.
  • Fala-se muito sobre violência.

3. Verbos no infinitivo pessoal

O terceiro e último caso de sujeito indeterminado ocorre com verbos no infinitivo pessoal. Isso quer dizer que são verbos que não se relacionam a nenhuma pessoa, apresentando sentido genérico ou indefinido. Veja a seguir:

  • Era complicado gostar de todos no escritório.
  • É legal assistir filme no cinema.
  • É triste saber dessas cenas trágicas.

Oração sem sujeito 

Já a oração sem sujeito, ou com sujeito inexistente, é aquela em que não é possível definir um sujeito porque ele não existe. Isso ocorre nos seguintes casos:

1. Verbos que indicam fenômeno da natureza

Quando o verbo exprime um fenômeno da natureza, como chuva, trovão, vento, etc. não existe sujeito na oração. Confira:

  • Choveu muito ontem.
  • Trovejou bastante nessa manhã.
  • Ventou muito no último domingo.

2. Verbos que indicam tempo decorrido ou fenômenos meteorológicos

Outro caso de oração sem sujeito ocorre quando os verbos “ser”, “estar”, “fazer” e “haver” são utilizados para indicar tempo decorrido ou fenômenos meteorológicos. Veja os exemplos seguir:

  • São cinco horas da manhã.
  • Está tarde!
  • Faz três anos que saí da universidade.
  • anos que eu não falo com ela.

3. Verbo “haver” no sentido de “existir”

Por fim, o último caso de oração sem sujeito acontece quando o verbo “haver” é utilizado no sentido de “existir”. Veja na prática:

  • Houve poucos inscritos no curso.
  • Havia muita gente na festa.
  • poucas flores no jardim.

Com esses exemplos fica mais fácil entender a classificação dos sujeito e distinguir o que é sujeito indeterminado e oração sem sujeito, certo? Mas você sabia que a oração é composta por sujeito e predicado? Então confira também o post do Projeto Redação sobre tipos de predicado para ficar por dentro de todos os elementos que compõem uma oração.

Que tal fazer um minicurso de redação gratuito com videoaulas, material didático teórico e exercícios?

Matricule-se na oficina do Projeto Redação e rumo à #nota1000

Ana Massêo

Ana Massêo

Formada em Letras pela UFMG e apaixonada por livros, filmes, séries e músicas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

Minicurso Gratuito de Redação para o Enem

Garanta o seu acesso gratuito ao minicurso de redação para o Enem 2020.
limitado

Acesse nosso podcast TEMAS COMENTADOS

A cada semana lançaremos um podcast com um tema de redação comentado para você praticar. Rumo à #nota1000