Título da Redação: Paciência com os pacientes

Proposta: Humanização no Atendimento à Saúde.

Redação enviada há mais de 2 anos por thay


Médicos que não escutam seus pacientes, enfermeiras que só cumprem ordens, recepcionistas que nem olham para quem estão atendendo... Essa é a situação da maioria dos hospitais da Região Norte do Brasil. Será que tantas novas tecnologias não vêm afastando um ser humano do outro nos atendimentos na saúde?
A humanização na saúde se refere à um maior relacionamento entre o paciente e aquele que está lhe atendendo, afinal de nada adianta tantos equipamentos novos (que muitas vezes nem funcionam, dado a falta de assistência) se não há a conversa para saber o que o paciente realmente precisa.
A tecnologia não pode caminhar sozinha numa área tão delicada como a saúde, pois já vimos que ela sozinha pode trazer resultados desastrosos. Medicamentos mal aplicados; ou erroneamente aplicados; cirurgias que nunca deveriam ter sido feitas; mulheres que nunca pediram para não terem mais filhos, mas que mesmo assim são operadas; tudo isso é visto nos hospitais da Região Norte. A vida humana não pode ser somente de dados e listagens, ela é principalmente feita de emoções e vontades, e isso com certeza deve ser levado em consideração ao ser atender alguém. Talvez se a recepcionista prestasse mais atenção à pessoa e não aos papeis, veria que o paciente queria uma consulta com o oculista e não com o otorrino. Se a enfermeira escutasse o que a paciente dizia, veria que ela queria um remédio para gripe e não para dor de barriga.

Muitas vezes isso ocorre pela quantidade de pessoas que tem que ser atendidas, uma mais desesperada que a outra, todas querendo seus problemas resolvidos. A pouca qualidade nos hospitais da Região Norte também contribui para um tratamento mais seco por parte dos médicos. Mas mesmo nessas condições a humanização ainda é o caminho para um maior desenvolvimento nessa área.
Enquanto os profissionais não aprenderem a ter mais cuidado, carinho e dedicação aos pacientes, problemas como estes ou até piores surgirão. É necessário a conscientização destes de que trabalhar na área de saúde não é só fichas e tabelas, mas amor e paciência, mesmo que as condições sejam precárias, pequenas atitudes com certeza farão a diferença.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás