Título da Redação: A importância da medicina narrativa

Proposta: Humanização no Atendimento à Saúde.

Redação enviada há quase 3 anos por Thiago Silva


Pesquisas feitas pelo programa nacional de humanização da assistência hospitalar (PNHAH) destaca a importância do relacionamento médico com o paciente. Contudo, passaram a perceber que quando não havia comunicação entre os mesmos, houve um aumento no numero de mortes dentro dos hospitais.

O ponto forte do programa, é preparar os profissionais para saberem conciliar tecnologia e relacionamento com o paciente. O primeiro, é o principal fator que gera o mal relacionamento. Devido a grande variedade de tecnologia empregada dentro dos hospitais, fez com que os médicos passassem a operar apenas as máquinas e instrumentos que facilitam a sua profissão, e a comunicação com o paciente foi deixada de lado. Afinal, o médico já tem uma prancha que já dá todos os laudos do paciente.

O filósofo Zygmunt Bauman em uma entrevista feita em sua casa e divulgada pelo youtube, dá ênfase a importância dos laços humanos, a satisfação que dá a pessoa após um desabafo. E ele esta certo, tanto é que foi provado pela faculdade de medicina na Columbia, em Nova York. Esta faculdade criou o programa medicina narrativa, que tem como função, o contato direto com o paciente, dialogando, antes de bombardea-lo com aquelas máquinas de ultima geração. Após a criação do programa, gerou a redução de mortes.

É significativo, portanto, que o mal relacionamento com o paciente, causa para o mesmo, transtornos biológicos e também psíquicos que pode leva-lo até a morte. Destarte, é importante manter o programa medicina narrativa e desenvolve-lo em todos os países, não só no treinamento de médicos, como também para nutricionistas, enfermeiros e biomédicos. Só assim polpará muitas vidas.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás