Título da Redação: É o que o brasileiro quer

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Leonardo Andrade


Os brasileiros estão tentando “tapar o sol com a peneira”, fingindo não ver os problemas do país. As pessoas que vivem nas favelas querem apenas uma moradia digna e os direitos básicos humano, principalmente, o direito a segurança.
Alguns condomínios estão sendo construídos com o intuito de esconder as favelas, consideradas imperfeições do país. Consequência do não planejamento dessas cidades e da má distribuição de renda. Problemas que no passado contribuíram com o surgimento de uma revolta, a Revolta da Vacina, no Rio de Janeiro.
As pessoas que vivem nesses locais não são consideradas cidadãs durante a gestão do superintendente. No entanto, voltam a ser consideradas durante as eleições, e como se não bastasse, são iludidas pelos candidatos. Visto que essa parcela da população almeja apenas uma vida digna. Sendo que para esta realização é preciso uma moradia digna, em um local seguro e longe das disputas entre traficantes.
Qualquer problema pode ser resolvido quando há educação, principalmente, e compaixão, pois havendo estes, uma pessoa consegue colocar-se no lugar da outra e entender o que ela esta sentindo. As favelas são a realidade do Brasil. Esconde-las não é a solução e sim ajuda-las para que tenham de início um lugar apropriado para viver.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    Caso de fuga ao tema. O Candidato discute diferenças sociais, a má distribuição de renda e principalmente as favelas, mas não trata da segregação física entre classes (a não convivência entre pessoas de classes diferentes) como proposto no tema. A proposta de intervenção sugere "educação e compaixão", mas como isso ajudaria na resolução do problema? Quem seria responsável? Qual o papel de outras áreas da sociedade (igreja, escola, família, etc)?

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    Caso de fuga ao tema. O Candidato discute diferenças sociais e a má distribuição de renda e principalmente das favelas, mas não trata da segregação física entre classes (a não convivência entre pessoas de classes diferentes) como proposto no tema. A proposta de intervenção sugere "educação e compaixão", mas como isso ajudaria na resolução do problema? Quem seria responsável? Qual o papel de outras áreas da sociedade (igreja, escola, família, etc)?

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás