Título da Redação: Ditadura do Dinheiro

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.


A sociedade brasileira vive uma Era de intensa dualidade social.Se, por um lado, há os ricos com condições favoráveis, de outro se encontra indivíduos que, em pleno século XXI, passam fome, evidenciando o quão desigual é o pais na atual conjuntura. Em virtude disso, estimular a separação das pessoas mediante a áreas vips é maléfica ao corpo social, pois isso além de fomentar ainda mais a desigualdade social, também fragmenta a nação em grupos distintos.
O advento dos camarotes luxuosos e ostensivos são fenômenos característicos do modelo capitalista vigente no mundo. Segundo Guy Debord, escritor francês, em seu livro ''A Sociedade do Espetáculo'', ele mostra que a sociedade contemporânea apresenta imensa acumulação de espetáculos, fato claramente observado na preocupação dos mais favorecidos em se diferenciar dos demais por meio do dinheiro. No entanto, esquecem-se que também contribuem para a violência urbana, que esta diretamente atrelada a desigualdade social.
Áreas vips, camarotes e alas diferenciadas não se restringem apenas aos locais de entretenimento como estádios ou shows. Pelo contrário, o Brasil apresenta uma camarotização da educação e até mesmo da aplicação das leis, uma vez que a Constituição assegura que todos são iguais perante a lei, mas que na prática o dinheiro torna-se sinônimo de direito.
Portanto, a segregação social não só aumenta as disparidades sociais, mas também fere o princípio de democracia, ja que ter mais equivale à poder mais, desconsiderando que todos são cidadães, independentemente de seu poder aquisitivo. Por conseguente, o país só será mais isonômico quando houver qualidade e acessibilidade dos serviços públicos à todos, sendo eles ricos ou não.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás