Título da Redação: Desigualdade social: um mal comum

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Tori Harmon


Como brasileiros, nós vemos desigualdades sociais com tanta frequência no nosso dia a dia que muitas vezes acabamos "anestesiados", são diversos os tipos de desigualdades como gênero e raça, porém a que mais se destaca e a desigualdade de renda, e a meritocracia sustenta essa afirmação.
O fenômeno da "camarotização" evidencia ainda mais essa condição já que alem da renda ser distribuída desigualmente, as pessoas não podem nem frequentar os mesmos espaços e ter acesso a mesma cultura que deveria ser para todos.
Para amenizar essas desigualdades o brasileiro conta com a ajuda de ONGs(terceiro setor) e ações afirmativas que trazem a ideia de igualdade de condições, que é bem diferente das meritocracia que busca igualdade de oportunidades, dar o mesmo a todos, gerando desigualdades justas (por mérito), já a igualdades de condições tem como objetivo dar mais aos que tem menos como exemplo as cotas universitárias e vagas de trabalhos reservadas para negros mulheres e deficientes físicos.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    O candidato não explica o que é o fenômeno da camarotizção na introdução. Apenas cita o termo, que fica solto, a compreensão acaba dependendo da leitura prévia dos textos motivadores da coletânea. A argumentação é consistente, entretanto é confusa e pouco explorada. Não há proposta de intervenção. Diz-se o que está sendo feito, mas não propõe novas ações em outros âmbitos que podem ajudar na resolução do problema. No mais, o candidato deve ater-se à acentuação e a pontuação.

  • Enviado por Luize Santos

    A introdução está excelente bem como o primeiro parágrafo do desenvolvimento. No entanto , o D2 apresenta-se muito confuso e incoerente. Também não há proposta de intervenção.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás