Título da Redação: A essência de ser cidadão

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há quase 3 anos por fernando josé


Em sua etimologia, democracia significa o poder que emana do povo. Na Grécia antiga, a democracia se desenvolveu com o objetivo de agradar os anseios dos seus cidadãos. Todavia, essa democracia era muito restrita, uma vez que nem todos eram considerados cidadãos. A legislação brasileira, por sua vez, garante que todos temos os mesmos direitos e deveres na sociedade, independente do poder aquisitivo de seus indivíduos. Na prática, entretanto, sabe-se que isso não acontece, pois, muitas vezes, indivíduos detentores de grande poder econômico acabam retendo mais direitos na sociedade. É preciso considerar, então, que os catalisadores desse problema é o fator histórico brasileiro e o sistema político vigente, que ainda apresenta falhas.
Em primeiro lugar deve-se apontar o componente histórico do brasil como estímulo a organização das classes sociais. Pois, foi graças ao processo de escravização do negro e do índio no Brasil que hoje existem altos índices de preconceitos e de ideologias de superioridade contra os mesmos. É devido a todo esse processo, então, que, atualmente, os negros enfrentam problemas no acesso a educação e na hora de conseguir emprego.
Além disso, é preciso citar o crescimento abusivo do número de favelas como consequência dessa problemática. Esse aumento dos centros periféricos em âmbito urbano se dá devido a segregação de grupos de pessoas, onde a classe considerada ''superior'', isto é, a mais avantajada, reside em lugares importantes das cidades. E a classe com menos regalias, por outro lado, tende a migrar para as áreas periféricas, isso acaba ocasionando aumento da violência nos centros urbanos.
Além do mais, a organização política brasileira atual também é uma das principais responsáveis pelo agravamento desse problema. Porque, em grande parte das vezes, o governo acaba dando privilégios àqueles com maior poder aquisitivo. Embora existam medidas estratégicas que buscam amenizar esses privilégios, como o sistema de cotas, por exemplo, essas medidas são de curto prazo, portanto, acabam não erradicando esse mal de forma efetiva.
Fica claro, portanto, que é preciso uma parceria entre governo, mídia e instituições de ensino para que se possa diminuir os efeitos dessas complicações. Em primeiro lugar, o governo deve fortalecer políticas já existente, como o sistema de cotas e desenvolver novas estratégias. A mídia juntamente com a escola pode, através do sistema eficaz de propagação de informações, elaborar progamas que mostrem, de forma realmente eficiente, a importância do negro e do índio na construção da sociedade brasileira. Pois, embora todos tenhamos consciência da história de sofrimento deles, muitos ainda não valorizam-os. Com isso, poderemos viver numa sociedade com menos preconceito racial e com indivíduos que aplicam o verdadeiro significado de ser cidadão.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás