Título da redação:

Redação sem título.

Tema de redação: Preservação do Patrimônio Histórico Cultural brasileiro

Redação enviada em 22/03/2019

Ao longo da história, tornou-se um hábito comum em tempos de guerra saquear e destruir as cidades conquistadas, tal costume bárbaro permanece, como pôde ser observado quando o Estado Islâmico bombardeou os templos de Palmira, considerados Patrimônio da Humanidade. Essas ações buscam apagar a história de quem um dia viveu naquele local, é um atentado irreparável contra a identidade de um povo e, analisando os resultados, algo semelhante ao que ocorre diariamente com o Patrimônio Histórico Cultural brasileiro. Diante disso, é indubitável que esse patrimônio deve ser preservado, uma vez que é a própria materialização da cultura do Brasil, algo que não pode continuar sofrendo com o descaso. Em primeira análise, reconhece-se que o incêndio no Museu Nacional foi apenas o resultado da forma como os bens históricos são cuidados, não há a manutenção que tais prédios necessitam, então a tendência é que essas tragédias se repitam, como realmente acontece, sendo que o desabamento de prédios históricos é comum no Brasil. Esse desleixo reflete na maneira que o brasileiro enxerga a si e ao seu país, em uma eterna posição de inferioridade, atitude chamada por Nelson Rodrigues de “complexo de vira-lata”, causado pela falta de uma identidade brasileira, da qual o patrimônio histórico faz parte. Dessa forma, enquanto o Brasil menospreza sua história, é deixada de lado também a sua cultura. Em segunda análise, vê-se que a falta de manutenção do patrimônio nacional é apenas uma faceta de um problema muito maior, decorrente da péssima administração que o Estado faz dos recursos públicos. Aliás, os impostos são colhidos impiedosamente, mas quando eles devem ser devolvidos à população por meio de serviços prestados, a corrupção impede que sobre verba, de modo que há um déficit de qualidade em tudo que o governo fornece, por isso que, assim como o país inteiro, a materialização da cultura brasileira também sofre com a abandono. À vista disso, os brasileiros perdem os bens do seu país, graças aos seus governantes relapsos. Dessarte, cabe à população fiscalizar os atos de seus eleitos, por meio da exigência pública de transparência e acompanhando o trabalho de ONGs que prestam esse serviço, a fim de saber com o que o seu dinheiro tem sido gasto. Ademais, de fato é necessário ampliar o dinheiro destinado à manutenção, organização e conservação do Patrimônio Histórico Cultural brasileiro, com a aprovação do Projeto de Lei que sugere que uma parte maior do Fundo Nacional de Cultura seja destinada a isso, sendo que esse dinheiro viria da doação das pessoas das pessoas na dedução do imposto de renda, aumentando assim a verba disponível para tais ações de proteção do patrimônio do país. Afinal, é inadmissível que a cultura brasileira seja perdida, como se estivesse sofrendo os ataques dos extremistas de Palmira.