Título da redação:

Os limites entre o humor e a ofensa

Tema de redação: Os limites entre humor e ofensa

Redação enviada em 28/02/2018

Humor é, basicamente, tudo o que retrata situações sociais e culturais de forma cômica. Contudo, por questões éticas, é necessário estabelecer um limite entre ele e a ofensa. Com isso, evitando que grupos marginalizados sejam alvo de preconceito disfarçado de comicidade. O que, infelizmente, acontece de forma exacerbada. No contexto brasileiro, é muito comum que piadas que diminuem a existência de minorias sejam exibidas em meios de comunicação como filmes, séries e novelas da tv aberta. Como, por exemplo, no antigo seriado da TV globo "Zorra total", onde muitas vezes foram exibidos quadros intolerantes, como a personagem Adelaide, que era uma caricatura de uma mulher negra e pobre de forma grotesca e exagerada. Conseguinte, esse tipo de prática não é algo contemporâneo da sociedade brasileira. No início do século vinte, os Estados Unidos propagaram a prática do black face, que é uma maneira irrisória de retratar a população negra, difundida nos mini-shows norte-americanos. De certa forma, esse tipo de desempenho é uma maneira de cooperar para que a violência contra esses grupos seja difundida no dia a dia. Além disso, nas palavras de Benedetto Croce, "A violência não é forma, mas fraqueza. nem nunca poderá ser criada de coisa alguma, apenas destruída". Em suma, é justo reconhecer a problemática do assunto e, com isso, admitir a necessidade de identificar os limites entre o humor e a ofensa. Todavia, uma das formas de diminuir esse rivés é que o Governo Federal crie uma lei que proíba piadas preconceituosas de serem exibidas nos meios de comunicação. Outrossim, gerar uma multa para quem descumprir a lei, convertendo esse dinheiro em palestras nas escolas, em parceria com a secretaria de educação de cada município, para que, desde cedo, as crianças aprendam a respeitar as diversidades. Como Pitágoras disse, "eduquem as crianças para que não seja necessário punir os adultos".