Título da redação:

Redação sem título.

Tema de redação: Os dilemas encarados pelas pessoas autistas na sociedade brasileira

Redação enviada em 27/06/2018

Desde o período da ascensão do Nazismo, são notadas práticas segregacionistas de indivíduos portadores de necessidades especiais, a exemplo dos autistas. Entretanto, no Brasil, portadores desta síndrome ainda sofrem uma ampla exclusão dos direitos básicos de todo cidadão, em decorrência da política ineficaz dos órgãos competentes em promover uma efetiva inclusão deste contingente, ou pelo forte teor discriminatório que eles sofrem. Em primeiro plano, é indubitável que, o extremo preconceito a que pessoas portadoras de autismo são submetidas, corrobora à exclusão destas, uma vez que, muita das vezes, elas não são incluídas em centros de ensino regulares, sendo isto um revés a ser transponível. Todavia, recentes dados publicados por jornais de grande circulação, demonstram que está ocorrendo uma redução no número de preconceitos à pessoas autistas, porém distante ao ideal. Ademais, apesar da Constituição brasileira de 1988 assegurar o acesso à educação de qualidade aos autistas, o que se observa é a permanência da marginalização destes, tendo em vista que o Estado brasileiro não realiza políticas públicas eficientes, voltadas a este público. Outrossim, é notório que ainda não há uma inserção, de fato, de indivíduos autistas no mercado de trabalho, principalmente em empresas privadas, devendo isto ser dirimido. Dessarte, urgem medidas para apaziguar este impasse. Assim, cabe ao Ministério da Educação(MEC), em consonância com ONG´s voltadas ao auxílio de pessoas com deficiência, desenvolver projetos que visem a ampliação de cetros de ensino inclusivos, com o intuito de democratizar o acesso à educação, proposto pela Magna Carta, logo o Brasil tornar-se-à uma nação mais igualitária.