Título da redação:

Influência negativa

Tema de redação: O uso de celular em sala de aula: ferramenta de aprendizagem ou distração?

Redação enviada em 27/07/2016

Já dizia Jean Jaques Rousseau, “ O homem nasceu livre e por toda a parte vive acorrentado”. Tal frase condiz com a realidade. Isso porque, o desejo exacerbado da sociedade – principalmente os jovens- atribuem ás tecnologias é preocupante, uma vez que seu uso afeta negativamente o aprendizado no cenário escolar. Por isso, deve-se repensar a respeito sobre valores passados na coletividade. Convém lembrar, que o advento da Revolução Industrial, trouxe inúmeros benefícios para a sociedade, tais como o avanço na informática e tecnologias em geral. No entanto, tais benefícios não se aplicam quando se refere ao âmbito escolar. Isso porque, o uso do aparelho celular influencia de maneira negativa o aprendizado do aluno, fazendo com que seu rendimento diminua drasticamente. Desse modo, o hábito de manter diferentes focos de atenção – professor e celular – pode gerar estresse ou até mesmo indicar um transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Por isso, é importante que se tenha tecnologia, no entanto, de forma controlada. Além disso, é importante mencionar, que o uso excessivo dos aparelhos celulares, com a sua vasta possibilidade, pode causar danos psíquicos, tornando os usuários viciados compulsivos desses aparelhos, sendo, dessa forma, algo prejudicial Além do mais, para reafirmar a negatividade do uso e aparelho celular em sala de aula, foi realizado uma pesquisa na Universidade de Nebrasca, nos Estados Unidos, no qual ouviram mais de 777 alunos, pondo em cheque que, apenas 10% disseram que o uso do celular não atrapalhou de alguma forma. Dessa forma, é importante que se encontre um equilíbrio entre a informação do professor com o mundo virtual, para que assim, não prejudique ainda mais o aluno. Em vista dos argumentos apresentados, somos levados a acreditar, que o governo, juntamente com a escola, crie medidas para sanar tal problema. Tais como, orientações semanais, aliado com cartilhas com informações para o uso adequado do aparelho celular. E por fim, contrariando Rousseau, o homem nasceu livre, mas não viverá acorrentado.