Título da redação:

O alimento como remédio

Tema de redação: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?

Redação enviada em 10/07/2017

Desde o aparecimento e ascensão dos supermercados, após a segunda guerra mundial, os industrializados se tornaram conveniente e vêm substituindo as frutas, legumes, folhas e grãos naturais. Tal conveniência pode ser perigosa tendo em vista que traz consigo um elevado risco de várias doenças crônicas. Os alimentos industrializados, além de convenientes, amiúde são mais baratos e podem ser estocados por mais tempo, vantagens aos comerciantes e consumidores, mas não à saúde. O corpo humano, do ponto de vista evolutivo, não foi feito para receber as altas taxas de açúcares e químicos presentes em tais alimentos, ainda assim, muitas pessoas não dão a devida importância aos hábitos saudáveis. Quanto mais industrializados em uma dieta, maior o prejuízo causado a quem os consome, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2001, as doenças crônicas contribuíram para aproximadamente 59% das mortes em todo o mundo. Tais doenças crônicas, como diabetes e hipertensão estão intimamente relacionadas aos péssimos hábitos alimentares. Diante das informações supracitadas, torna-se claro a necessidade de intervenção governamental, em trabalho com o poder legislativo, em prol da elaboração de leis que taxem os produtos alimentícios industrializados e incentivem os pequenos produtores. Aliando isto ao ensino de nutrição básica nas escolas, conscientizando sobre a leitura de rótulos, o pensamento de Hipócrates seria colocado em prática: ‘’Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio’’. Obs: com minha letra a redação ficou em 26 linhas, sendo 5 na introdução, 7 no primeiro paragrafo, 6 no segundo e 8 para a conclusão (outro professor me alertou sobre estar pequeno demais, mas acredito que seja porque está digitado)