Título da redação:

Elitização da maçã

Tema de redação: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?

Redação enviada em 07/02/2017

A alimentação saudável é uma discussão recorrente no hodierno. Todavia, o acesso a produtos naturais gradualmente se torna mais difícil. Logo, é desafiante o consumo de alimentos orgânicos em decorrência da mudança na percepção do tempo pela sociedade moderna e da falta de apoio a agricultura familiar. As transformações decorrentes da produção massiva de produtos e do consumo exacerbado são evidentes nos centros urbanos. A população de grandes cidades passa a se alimentar cada vez mais fora de casa. De fato, por causa do diminuto horário de almoço do trabalho. A falta de tempo para a produção da refeição adequada se alia aos altos valores dos alimentos saudáveis. Consoante, produtos orgânicos chegam a custar o dobro de alimentos transgênicos. Segundamente, os agricultores de minifúndios produzem 70% do alimento consumido no país, conforme o IBGE. Todavia, recebem baixos incentivos dos governantes. Desta forma, a comida benéfica se torna mais cara e os hábitos saudáveis menos acessíveis. Percebe-se que o subsídio fornecido nos EUA chega a 56 mil ao ano, em contra partida, o auxílio brasileiro se aproxima a 1,1 mil, de acordo com Ícone. Enfim, a mudança da rotina popular aliada ao baixo patrocínio a agricultura familiar problematizam a alimentação saudável. Ainda, é evidente a necessidade de auxílio aos pequenos produtores por parte do Ministério da Agricultura; ONG's devem promover eventos em prol da saúde e sindicatos dos trabalhadores devem negociar o fornecimento de produtos orgânicos ao proletariado. Assim boas maçãs deixaram de ser elitizadas.