Título da redação:

Dinheiro, contemporaneidade e tempo

Tema de redação: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?

Redação enviada em 05/09/2017

Alimentos saudáveis são aqueles que não possaram pela industrialização, não contêm os conservantes, corantes, aromatizantes e altas doses de sal e açúcar sendo na maioria alimentos primários: frutas, hortaliças e verduras. Logo, é irrefutável que esses necessitam estar presentes no cardápio diário. No entanto, a globalização e a modernidade tornam esse hábito luxo à poucos. Em primeiro plano, o prazer e o dinheiro são mais importantes que a saúde. Nesse sentido, por acentuar o sabor e causar prazer, o sal e o açúcar presente em altas concentrações nos alimentos atrai consumidores, principalmente, por esses produtos altamente industrializados possuírem um grande período de validade, que os mantêm aptos ao consumo por muito tempo, reduzindo seu preço. Assim, segundo o filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé, "o bolso é órgão mais sensível do homem", sendo este órgão, junto com o prazer, as principais causas da escolha pela optação pela alimentação de baixa qualidade. Ademais, a rapidez contemporânea traz maléficos hábitos aos cidadãos brasileiros. Em suma, sem o devido tempo para o preparo de uma refeição saudável, as pessoas encontram nos "fast foods", que apareceram concomitantemente a globalização, a solução rápida e eficiente para o curto período disponível que é agravado nas metrópoles pela distância das moradias aos empregos. Consequentemente, essas pessoas ingerem alimentos gorduroso e que possuem níveis de carboidratos e lipídios acima do recomendado ao corpo diariamente. Fica claro, portanto, os empecilhos para o desenvolvimento saudável do cardápio brasileiro. Dessarte, medidas precisam ser tomadas pelo governo e pelas famílias, sendo o primeiro responsável por tributar os alimentos industrializados e facilitar o mercado para as frutas, hortaliças e verduras; outrossim, o segundo deve por meio da tradição ensinar como fazer e incentivar os jovens a comer os itens saudáveis a fim de que a alimentação de boa qualidade não seja apenas um luxo para poucos.