Título da redação:

Alimentação fraca, desmatamento e falta de hábito.

Tema de redação: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?

Redação enviada em 19/02/2017

Em um dos grandes filmes “Avatar”, há o exemplo do desflorestação causada pelo homem em busca de riquezas minerais. Fora das telas cinematográficas à realidade é a mesma, por meio da falta e responsabilidade, o desmatamento se torna contínuo ocasionando no empobrecimento de solos em recursos orgânicos e inorgânicos. Além disso, o desflorestamento intervém em uma boa alimentação reduzindo o número de aminoácidos essenciais para o consumo como nitrogênio. O grande psicólogo e filosofo Willian James defendia que o ser humano pode modificar sua vida transformando sua atitude mental. A partir de dados oferecidos pelo site valor, O consumo de pratos não saudáveis muda de acordo com cada região. Ao Norte do país nas zonas urbanas a utilização de alimentos fora de domicílio, relata que em 91,05% a ingestão de cerveja, e em 96,2% salgadinhos da indústria fabril. Da mesma forma, as zonas rurais representam uma melhor utilização de nutrientes saudáveis. Caracterizando que ainda a esperanças para uma geração com boa saúde. Eventualmente, muitas questões impedem a resolução da desarborização juntamente com o desafio da alimentação saudável. Ademais, devidos aos altos preços dos produtos orgânicos, estes se tornam cada vez menos acessíveis para classes baixas adquiri-los. Por consequência, passam a buscar nutrição em comidas fracas em lipídios, proteínas e carboidratos. Como resultado a retração no desenvolvimento, e no sistema imunológico de adultos e crianças. Em síntese, medidas são necessárias para resolver o impasse. O ministério da agricultura pesca e do abastecimento com o ministério do desenvolvimento agrário, teria de possibilitar maiores recursos para o investimento em hortas comunitárias. Assim, distribuindo alimentos as classes baixas. Ademais, em conformidade com Immanuel Kant o ser humano e aquilo que a educação faz dele. Visto que o MEC (Ministério da Educação) poderia possibilitar palestras ministradas por engenheiros florestais junto com nutricionistas incentivando o cultivo de hortaliças e legumes, e demonstrando a importância de uma boa nutrição.