Título da redação:

A exclusividade de um hábito saudável

Tema de redação: O desafio da alimentação saudável: luxo para poucos ou hábito acessível?

Redação enviada em 11/02/2017

Entende-se por alimentação saudável uma ingestão de comida mais regrada, pelo qual esses alimentos não são prejudiciais a saúde. Em certas camadas do Brasil está começando a ascender uma adesão a esses novos hábitos, o que levanta a questão de que estes hábitos permanecem como uma quase exclusividade das pessoas com poder monetário. Este contexto levanta hipóteses, como se as camadas mais pobres teriam capacidade de desenvolver os mesmos hábitos e se estariam disponíveis a isso. O conceito de uma vida saudável tem a tendência de expandir entre os brasileiros, uma vez que a alimentação saudável acarreta em mais disposição, manutenção de peso, entre outros benefícios. E como tudo que trás melhorias e é uma tendência, o impasse seria sua acessibilidade, ou seja, os preços estão altos demais para que a camada populacional mais carente mantenha esse padrão de vida. Outro obstaculo para a adesão desta tendência referente a classe popular seria sua disposição a sair de uma vida relativamente agradável e sem sacrifícios, já que para a existência de uma vida alimentação saudável implica em mudanças sobre o estilo de vida que estão acostumados e no corte de muitos alimentos prazerosos. Em decorrência disso, cabe ao Governo Federal e ao terceiro setor melhorarem esse quadro. O terceiro setor -composto por associações que buscam se organizar para conseguir melhorias para a sociedade- deve conscientizar por meio de palestras e grupos de debate sobre ter uma alimentação mais saudável e seus benefícios. Outro passo seria o Estado incentivar a produção desses alimentos para que haja uma redução no preço. Com esses atos, a grande maioria da população poderá decidir se querem este conceito de vida , acabando com a hegemonia dos mais ricos nesse padrão de vida.