Título da redação:

Redação sem título.

Tema de redação: O acesso à produção cultural em questão no Brasil

Redação enviada em 10/07/2017

Do século XVI ao XVIII os eventos culturais, no Brasil, eram monopolizadas pela burguesia e atendia somete a pessoas da mesma classe social. Entretanto tal situação se mantêm até hoje, onde eventos artísticos abrangem somente as classes mais favorecidas, um problema que é preciso combater. Infelizmente, com a ascensão do capitalismo, a cultura se tornou uma mercadoria e o acesso é feito na maior parte dos casos por meio da aquisição, o que afeta diretamente as pessoas das classes mais baixas. Uma pesquisa feita pelo IPEA em 2010, mostra que, para 56% das pessoas que não frequentam eventos artísticos, existe uma barreira pelo perfil do público e, para 71% delas, o preço é o agente limitador. Contudo a questão econômica não é o único empecilho. Atualmente, existe uma pequena produção artística no Brasil, onde anualmente a média de filmes nacionais produzidos é de 100, enquanto em outros países como os Estados Unidos a média é de 4 mil produções anuais, segundo a ancine. Isso se deve, principalmente, a falta de investimento do governo, que associado a baixa procura por produções nacionais dificulta ainda mais para os artistas tirarem suas obras do papel. Tendo em vista o conjunto de problemas, é necessário diversas ações para resolvê-los. Primeiramente, o Governo, por meio do ministério da cultura, precisa investir em produções nacionais, com o intuito de abrir um leque maior de opções para a população, bem como, fazer parcerias público-privadas tendo em vista o barateamento das diversas manifestações culturais. Já o ministério da educação, precisa incentivar os estudantes a frequentar eventos culturais, financiando passeios para os alunos da rede pública de ensino. Assim, garantindo à população um acesso as diversas produções artísticas.