Título da Redação: Humanizar também é um remédio.

Proposta: Humanização no Atendimento à Saúde.

Redação enviada há mais de 2 anos por JHON CÉSAR


A humanização voltada à área da saúde é vista como o equilíbrio entre o atendimento profissional e tecnológico, e o bom relacionamento com os seus pacientes. Porém, a realidade no âmbito da saúde pública se distancia do conceito de humanização. O que deve ser feito para acabar com esse problema?
A humanização é importante no tratamento dos pacientes, pois a saúde se conceitua pelo bom funcionamento físico e mental. Sendo assim, o bom relacionamento entre o profissional de saúde e o paciente é de extrema necessidade, principalmente quando o problema do cliente é psicológico. Por exemplo: um indivíduo que dar entrada no hospital com quadro de pressão alta por consequência de um estresse. Nesse contexto, é válido se observar a prática humanista como parte do tratamento para os doentes.
Contudo, essa prática se distancia na realidade da saúde pública. A superlotação nos hospitais, e alguns profissionais despreparados contribuem para a falta de humanização. Por exemplo: muitos hospitais tem apenas um médico de plantão para atender dezenas de pacientes em um determinado tempo. Isso se torna perigoso, pois essa “pressa” pode resultar às vezes em uma prescrição de um medicamento errado, e ocasionar sérios problemas para os pacientes. Sendo assim, é necessário uma intervenção que acabe com esse problema.
Para se ter uma saúde de qualidade a humanização é indispensável. Porém, é necessário capacitar os profissionais priorizando o lado humano, e dar condições de trabalho a eles.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás