Título da Redação: Fábrica de robôs

Proposta: Humanização no Atendimento à Saúde.

Redação enviada há cerca de 3 anos por Nathalia Brito


Tornou-se comum a ideia de ir ao hospital e ser atendido por um médico que irá tratar seus pacientes com descaso. Aquela famosa relação entre o profissional e o paciente, em que há o olhar atencioso, o toque para ajudar no diagnóstico, parece estar entrando em desuso.
Apesar de muitos culparem a falta de humanidade nos médicos, o próprio sistema de saúde contribuiu para a ocorrência desse fato. Tendo em vista que no setor público, há muitos pacientes que esperam meses para serem atendidos e quando a tão sonhada consulta chega, é feita de maneira rápida, pois há pouco tempo e a lista de espera é enorme.
Todos carecem de um pouco de carinho, ainda mais quando se está vulnerável, devido a uma doença ou a prevenção de uma, por isso espera-se dos profissionais da saúde, um atendimento mais minucioso, envolvendo afeto. Por outro lado desse cenário dos médicos "malvados", há os doutores da alegria, que levam a crianças com câncer um pouco de entusiasmo e divertimento.
O governo precisa contratar mais profissionais, além de aumentar o tempo de consulta, para que o atendimento não seja feito de maneira rápida. Além disso, os médicos poderiam organizar mais campanhas de atendimento gratuito em praças ou galpões, visando diminuir a concentração de pacientes em hospitais.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás