Título da Redação: O progresso não é senão a realização das utopias.

Proposta: Coisas pelas quais vale a pena lutar.

Redação enviada há cerca de 3 anos por Alan Rodrigo


Exercitar nossa cidadania é bem simples quando nossas cidades estão repletas de coisas pelas quais podemos lutar. Pensar nas melhorias que faltam para o nosso entorno se tornar mais agradável é de fato um exercício cativante, afinal, estamos sonhando progressos que terão uma relação direta com a qualidade de vida de muitas pessoas. O fato é que essa empatia que arde na alma de muitos tem chama fraca, visto que às atitudes em prol de um bem comunitário são raras e a indiferença começa reinar em nossa sociedade.
Possível consequência do contexto industrial na qual estamos inseridos. A jornada de trabalho parece ser mais longa e o tempo de lazer aparentemente vem diminuindo, resultando cada vez mais em pessoas que pensam para si próprias, visando um sofá mais confortável para a sala, uma televisão maior para assistir a telenovela e as lojas onde irão gastar o seu salário. Os instantes reservados para pensar estão sendo utilizados para satisfazer a sede de consumo crescente.
Mas apesar de vivermos em um estado movido por interesses e o consumismo, a vontade de melhorias existe. É necessário estar diferente em relação ao meio em que fazemos parte quando somos a base do poder público e quando estão disponíveis "veículos de conquistas" como ONG´s e movimentos sociais que lutam por educação de qualidade, a extinção da miséria, a reintegração social e outros pontos que realmente valem a pena lutar.



Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    Argumentação consistente. Interessante a reflexão sobre o egoísmo da sociedade frente as necessidades coletivas. Observe, entretanto, que o candidato só cita de fato "coisas pelas quais vale a pena lutar" nas últimas três linhas do texto. O candidato poderia ter focado mais nessa lista de coisas pelas quais vale a pena lutar no restante do texto, mantendo a reflexão acerca do egoísmo. Cuidado com o uso da crase.

  • Enviado por Yuri Nascimento

    Eu particularmente aconselharia a citar mais coisas, tal como uma citação aqui ou ali, abortar o tema nessa temática do egoísmo é legal cara, tu pode até citar Hanna Arent quando ela fala que "cidadania é direito a ter direitos", ou a ideia de indiferença que as pessoas trazem quando não se compadecem com a dor do outro. :v

  • Enviado por Maria Isabel

    Bom, no primeiro parágrafo da argumentação você pode argumentar como as pessoas se incomodam com algo, por exemplo os prejuízos na Petrobras e como elas falam disso. E no segundo parágrafo da argumentação procure mostrar como atitudes de consumo e como a divulgação de determinados produtos acaba desviando o foco dessa discussão e em consequência "apagando a chama dessas pessoas"...Espero ter ajudado! E se puder comenta sobre a minha redação. Eu também tenho bastante dificuldade em organizar minhas ideias. *__* Título: Um jogo de xadrez

  • Enviado por Alan Rodrigo

    Antes de tudo queria lhe agradecer Maria Isabel, tenho muitas dificuldades em escrever e cada comentário deixado me deixa com um sorriso no rosto por estar sendo criticado e com isso crescendo. Indo ao ponto, como eu poderia melhorar os argumentos utilizados para defender minha tese? Muitas vezes tenho receio de argumentar muito e prolongar minha redação com parágrafos desnecessários, com isso acabo tentando resumir muito os argumentos e fugindo um pouco da proposta. Poderia me ajudar com isso com algumas dicas? Eu ficaria muito grato.

  • Enviado por Maria Isabel

    Eu achei o seu primeiro parágrafo muito bom e a sua tese é consiste, mas os argumentos utilizados para defendê-la achei que ficaram um pouco vagos. Eu entendi que você quer tratar sobre como o consumismo nos desvia de causas impontantes para sociedade. Porém, já que você falou dessa chama fraca de muito você podia explorar, por exemplo, a efemeridade de alguns movimentos aqui no Brasil. Como os protestos do ano passado, como eles perderam a força e também de algumas questões políticas como o distanciamento do povo da discussão sobre a legalização da maconha, o conformismo de muitos em relação as atitudes dos governantes e etc.... Repito: A sua tese é ótima, só precisa ser melhor defendida....

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás