Título da Redação: Falta de recursos, possível falta de "guerra"

Proposta: Coisas pelas quais vale a pena lutar.

Redação enviada há cerca de 2 anos por Wolf


O Brasil vivencia uma constante instabilidade e, isto, pode gerar sérios problemas para a população.
Alguns fatos devem ser levados em pauta, questões devem ser analisadas, para que se possam ser toma-
das medidas satisfatórias, preservando a dignidade humana.
Pode-se acompanhar, analisando divulgações por meios informativos, que o lado oriental do Mundo
vivencia grandes conflitos, ficando cada vez mais complicada a iniciativa para coibir tais absurdos. No
Brasil, de forma quase que equivalente, também vem acontecendo tragédias, muitas das quais impossibili-
tando o intermédio, a fim de cessar tais práticas.
Com a atual crise em que o país atravessa, muitas vezes pode faltar recursos - ou, até mesmo, orien-
tação, o que de certa forma influencia na mente da população, fazendo-os acreditar que "não tem jeito".
Paralelo a isso, existem aquelas pessoas que no fundo acreditam, mas estão receosas devido a "onda" de
acontecimentos negativos, cujos o cidadão se vê fazendo parte.
Contudo, deve-se levar em consideração que tais acontecimentos são momentâneos. O governo,
em parceria com o Estado e a população, deve enfatizar questões mais valiosas. Fazendo com que os indi-
víduos voltem os olhos para o que realmente interessa, acreditando massivamente de que, apesar dos
desafios vivenciados, a quantidade de coisas em que pode-se concentrar as forças é infinitamente maior.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Heloisa Ribeiro Rodrigues

    Caro aluno, infelizmente, o seu texto apresentou um domínio insuficiente da modalidade escrita da língua, devido à alta recorrência de erros graves que o empobreceram, tais como: o mal uso de vírgulas, bem como de pontuação, em geral, uso excessivo e/ou defasado de pronomes demonstrativos, gerundismo, colocação pronominal, certa confusão no emprego de substantivos próprios e comuns, preposições, artigos, crase, advérbios e conjunções, a presença de termos e colocações desnecessários, repetitivos, fracos (simplórios, previsíveis), mais típicos da oralidade, muito subjetivos, superficiais/pouco aprofundados ou inapropriados em orações e, principalmente, uma argumentação ligeiramente cíclica, desestruturada, mais sucinta que o ideal, pouquíssimo (ou quase nada) embasada, isto é, sem maiores dados concretos ou conteúdos externos que a dessem um maior suporte - embora razoavelmente coerente -, com trechos que, em vários momentos, fugiram do gênero textual, e construída sob uma linguagem bastante limitada. Diversifique e amadureça a sua escolha de recursos coesivos e lexicais, de modo que a sua redação se torne mais organizada, madura e refinada. Além disso, a sua conclusão deixou muito a desejar, visto que não apontou propostas ESPECÍFICAS e DETALHADAS de intervenção ante a problemática do tema. Elabore-a MAIS, seja MENOS VAGO, pois a mesma constitui a pontuação de toda uma competência. Estude os pontos mencionados e continue praticando. Grande abraço, Heloisa.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás