Título da Redação: Conquistar um lugar ao Sol

Proposta: Coisas pelas quais vale a pena lutar.

Redação enviada há mais de 2 anos por Jhennyff


Nascemos incluídos em algum grupo. Independente de qual, de um órfão aos filhos do Bill Gates vamos ser formados em valores pre-editados. Contudo, ao chegar na juventude, e posteriormente na vida adulta, estaremos presos a grandes impasses como: "O que serei?", "Quais minhas posições sobre os diversos assuntos conhecidos?", "Serei passivo sobre o que me tornarei ou vou lutar para conquistar meu lugar no mundo?", entre outros.
Grande parte da população mundial escolhe lutar em prol de se alavancar social e economicamente. O que é de se esperar visto que 10% da população mundial detém mais que a metade da riqueza do planeta. Até mesmo a profissão é escolhida pela média salarial mais alta ou menor taxa de desemprego.
A profissão, porém, não é apenas sobre salário. A área de atuação escolhida pode modificar a vida da pessoa. Ela deve ser tal que ao mesmo tempo em que exista uma predisposição à ela, o que muitos acreditam ser dom, mas na verdade é resultado do processo de formação inicial da criança, exista a possibilidade de investimento de tempo para o desenvolvimento de habilidades do ofício.
Segundo Habermas, pensador e sociólogo, de modo geral disse que deve-se ter vergonha de morrer sem deixar uma contribuição(o que pode-se ler legado nesse caso) para a sociedade. Soma-se à isso o desejo biológico primitivo de conseguir respeito da família ou grupo em que esteja incluído e o de deixar que o sobrenome dela se perpetue e tem-se ocupação para toda a vida.
Se tudo, por conseguinte, se trata de como viver e o que fazer enquanto estiver vivo para se sobressair, destacar em meio às 7 bilhões de vidas, cabe incentivar as crianças a começarem o quanto antes a escolher a "estrada" e o plano empreendedor que as levara ao tão esperado sucesso histórico, financeiro, familiar ou religioso . O que entra em contraponto com Aristóteles que acreditava ser a felicidade o fim último a ser alcançado.
***pode me dar alguma dica de como escrever melhor sobre esses temas abstratos? Ex: esse tema, sentimentos, etc.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ana Beatriz Nascimento Lage de Castro

    Olá! No que diz respeito a sua introdução, é sempre bom ter em mente que você deve apresentar de forma clara e objetiva o que será tratado no seu texto. Na sua introdução percebemos algumas indagações e considerações distantes do que deve ser discutido, é importante situar o leitor no que será dito e no ponto central do tema, 1. Seu parágrafo está expositivo. Lembre-se de que para construir uma boa dissertação argumentativa é necessário que você se empenhe em discutir de forma crítica o que está sendo exposto. Uma maneira simples de realizar isso é apontando causa e consequência. 2. A relação que você propõe entre o parágrafo anterior e o parágrafo em questão não está clara. É preciso realizar uma conexão mais clara, já que seu texto precisa de uma progressão temática. Isso significa que você deve construir seu texto de maneira que um parágrafo dependa do outro e o texto possa ser visto como unidade. Bom, para temas subjetivos como esse, a melhor maneira de escrever sobre é pensar na aplicação. Ou seja, como isso tem afetado a sociedade? O que isso representa para o homem? É um fator positivo ou negativo? Sempre estabeleça um posicionamento e o defenda no texto. Qualquer dúvida, mande um feedback! (:

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás