Black Friday Black Friday Black Friday Black Friday

BLACK FRIDAY: PROJETO REDAÇÃO

Título da redação: Redação sem título.

Redação enviada por Kaique Pereira Lima .

Enviada para o tema: A questão do analfabetismo funcional no Brasil

  Enviada há about 1 month


A primeira Constituição republicana do Brasil foi promulgada em 1891,nos primórdios da República Velha.Para que o indivíduo pudesse ter o direito de votar,a Carta Magna exigia que ele fosse alfabetizado,o que representava uma minúscula parcela da população brasileira naquele período.Hoje,no século XXI,apesar de se encontrar em circunstâncias distintas,o analfabetismo persiste no Brasil hodierno,em sua ''variação'',denominada analfabetismo funcional,no qual a pessoa sabe ler e escrever coisas simples,mas é incapaz de interpretar textos mais elaborados.Nesse cenário,alternativas são necessárias para combater tal problemática.
Pode-se apontar,inicialmente,as causas fundamentais do analfabetismo funcional no Brasil contemporâneo.O fato das pessoas estarem lendo,cada vez mais,conteúdos sem qualidade é um enorme equívoco,pois ao invés de utilizarem a leitura como meio de aprendizado,utilizam-na unicamente como forma de entretenimento,isto é,lê-se muito mais revistas de fofoca,esportes e lazer do que obras literárias.Desse modo,o problema não se trata de carência de imprensas e editoras no país e sim da qualidade dos conteúdos que os brasileiros escolhem para ler,o que compromete o desenvolvimento crítico e intelectual dos mesmos.
Outro ponto relevante,é a falta de estruturação no que se refere ao ensino regular,por parte do Estado,o que agrava mais ainda o impasse.Com as novas reformas no ensino médio do país,os alunos passarão a ter uma maior carga horária na escola e,com isso,a expectativa de aprendizado é maior.Todavia,em virtude disso,perde-se o foco central do problema que gira em torno da qualidade de ensino,sobretudo no tocante aos professores e não na quantidade de horas passadas na escola.Dessa forma,o Estado investe em quantidade e não em qualidade de ensino,o que contribui para a formação de analfabetos funcionais.
Em suma,é fato que o analfabetismo funcional é prejudicial ao Brasil e precisa ser combatido.É necessário,pois,que o Ministério da Educação(MEC) reformule as reformas no ensino regular,priorizando,sobretudo,a qualidade do ensino.Somado a isso,a Academia Brasileira de Letras(ABL),em parceria com o MEC,deve propor projetos de incentivo à leitura de obras literárias nas escolas em prol da melhora interpretativa,crítica e criativa dos alunos para que,assim,o analfabetismo funcional possa ser combatido.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.
Projeto Redação. Copyright 2017. Todos os direitos reservados.