Título da Redação: Ter > Ser

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há quase 3 anos por Carol Vou passar em MED


Carros importados; bolsas e relógios de marca: estes são símbolos convencionais de status social. Contudo, os bens materiais vem cedendo espaço a formas de serviços, lazer e cultura oferecidos de maneira diferenciada para ao que possuem como estilo de vida a “camarotização”. Assim, a ostentação do consumo entra em cena na sociedade produzindo um verdadeiro Apartheid Social.

É necessário analisar, antes de tudo, o consumo como agente de segregação. Na antiguidade, o Coliseu era um lugar de entretenimento, no qual nobres e plebeus conviviam no mesmo espaço. Contudo, na atualidade a segregação pode ser vista na criação de uma sala de cinema elitizada, cujo preço da entrada determina quem pode entrar ou não. Dessa forma, a sociedade – pobres e ricos – buscam o poder da exclusividade e do atendimento “V.I.P.”. Isto é, buscam o poder do privilégio. Neste processo, as consequências são a proliferação da inveja e da frustração.

Convém perceber, também, o crescimento do consumo aliado ao desenvolvimento da sociedade do espetáculo. Segundo Bauman “a sociedade do consumo prospera enquanto consegue tornar perpétuo a não satisfação de seus membros”. Este fato pode ser percebido na rápida substituição dos objetos - sejam eletrônicos ou roupas - e na necessidade de marcar presença em camarotes. Já que na realidade o consumo agora está vinculado à exibição desse “poder pagar”, como pode ser visto nas redes sociais – que não verdadeiras vitrines; nas letras de hip hop, bem como nas letras do funk ostentação.

Fica evidente, portanto, que a necessidade de expor o “poder do consumo” aumenta as diferenças sociais existentes e garante a falsa impressão de riqueza. Gerando, então, o consumo alienado. Para reverter esse quadro será necessário, a longo prazo, que as famílias e as escolas invistam em diálogo e em palestras, respectivamente, abordando o consumo consciente. A curto prazo, também será de suma importância que os indivíduos percebam que a segregação social inviabiliza a igualdade e a harmonia em sociedade. Assim sendo, a balança entre o “ser” e o “ter” poderá entrar em equilíbrio.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás