Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há mais de 2 anos por usuário anônimo.


Observa-se que em uma sociedade em que o capitalismo predomina, o dinheiro e a lucratividade expõe efeitos e fragilidades que são causados nos seres humanos . Segundo dicionários de língua portuguesa, a palavra "ostentar" quer dizer apresentar ou mostrar em um sentido exibicionista que liga-se ao orgulho, à presunção e à vaidade. Assim, ser superior ou até mesmo ter privilégios deixam explícitos na sociedade brasileira a desigualdade social.
Primeiramente, segundo Platão, desde a Grécia Antiga, a sociedade vive em um simulacro da realidade, ou seja, uma "sociedade do espetáculo" onde o domínio do dinheiro prevalece e o sentimento de inveja e comparação são evidentes. Outrossim, a acessibilidade de produtos de última geração torna-se o ato da realidade dispares, além de gerar insatisfação ou até mesmo transtornos psicológicos, como personalidade narcisista, aonde os principais sintomas são a inveja crônica, a obsessão por poder a as atitudes arrogantes.
Além disso , fórmulas como o índice de Gini, são utilizadas pare medir o grau de desigualdade social. A sua variação está entre 0 e 1, onde 0 (zero) seria a situação de completa igualdade e 1 (um) corresponde a uma situação de desigualdade. Desse modo, o Brasil é conhecido como um dos países que apresenta graves problemas com a distribuição de receita. Certamente, essa variação realça o consumismo, o qual diferencia o pobre do rico, além de levar a população a crer que a aquisição de determinados produtos fará com que a aparência torne-se sinônimo de poder. Ademais, músicas baseadas no termo "ostentação", como o funk e o rap, está cada vez mais comum no cotidiano brasileiro, e isso implica o fato da "competição" por querer ter mais que o outro.
Portanto, cabe ao Governo investir em políticas públicas para diminuir a desigualdade social, além de implantar projetos escolares, os quais ensinam os educandos, desde a pré-escola, como não diferenciar o próximo devido o seu poder aquisitivo. Cabe, também, à mídia. transmitir em seus canais de comunicação, os transtornos atribuídos por "ostentar", além de orientar os indivíduos sobre a personalidade narcisista e suas formas de tratamento. Por fim, cabe aos pais, orientados por organizações não-governamentais (ONGs), investir na educação financeira de seus filhos, além de ensiná-los a administrar seus bens consumo.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás