Título da Redação: Ostentação ou Alienação? Eis a Questão !

Proposta: A ostentação e o consumismo.

Redação enviada há cerca de 2 anos por usuário anônimo.


Com o advento da globalização, o consumismo tornou-se a peça chave para concretização do capitalismo no mundo. A disseminação de produtos exportados de países ricos em países subdesenvolvidos facilitou a integração do consumo e foi transformado em uma nova ideologia de mercado: a ostentação. Comprar produtos caros e de marcas tornou-se simbolo de valorização . Contudo tais fatos tem como resultado a alienação da mente humana e a incansável busca pelo status social elevado.
Nesse contexto, a mídia entra em cena como uma das principais estimulantes do consumismo e da ostentação. A utilização do marketing como mediador, transforma a mercadoria em "produto vivo" ou em "fetiche", como dizia Karl Marx, e desperta o desejo das pessoas em querer possui-lo, mesmo que ela não esteja precisando daquele item. Um exemplo disso são os celulares Iphone, um dos maiores símbolos de ostentação nesses últimos anos, que são reinventados constantemente com novas tecnologias, que aguçam os sentidos da população jovem, por ser um celular caro e moderno, e que se obtive-lo iriam causar ''inveja'' e seriam mais respeitados na sociedade. Esse fato demonstra o quão alienado a pessoa se transforma em querer buscar algo que eleve seu ego e status social.
No Brasil, mesmo com condições precárias de vida, as pessoas tentam se hierarquizar no meio social, uma pesquisa feita pela Universidade de São Paulo revela que grande parte dos jovens que vivem em bairros pobre se ganhassem quinhentos reais iriam gastar tudo com roupa de marca. Esse panorama mostra que "ter" virou sinônimo de "poder", ou seja, se vestir bem ou possuir objetos caros é o mesmo que ser alguém notável. Isto pode ser evidenciado nas músicas de funks brasileiras, as quais trazem melodias e composições sobre consumismo, dosado por uma forte tendência de mostrar as pessoas e ao mundo o quanto é bom "ostentar". Esse retrocesso social em que os indivíduos estão presos levam a deterioração da educação, pois os jovens, hoje, se preocupam mais no que vão vestir do que vão estudar, deixando-os ignorantes.
Portanto, muitas são as medidas emergenciais para amenizar o problemas da ostentação, mas é preciso um investimento maior na educação por parte dos governos municipais vinculados com o MEC, atribuindo cargas horárias a mais de aulas de ciências sociais nas escolas, com o intuito de mudar o pensamento dos jovens em relação a ostentação. Não obstante, medidas como palestras e campanhas de conscientização, por parte de ongs, ajudariam a conscientizar e fazer a população refletir sobre o consumismo e alienação,

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás