Título da Redação: Uma nação além do céu e do inferno

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 3 anos por Willian Moreira


Em sua obra "A república" (livro VII), o filósofo grego Platão descreveu a alegoria da caverna. Atualmente, indivíduos escravizados por suas convicções espirituais, praticam atos execráveis de intolerância religiosa. Estas pessoas são vítimas da falta de educação e precisam ser libertadas da caverna.
A barbárie promovida pelo ser humano em prol de seu Deus permuta através de toda história, seja nas fogueiras da Santa Inquisição ou até mesmo nos dias atuais com as execuções cruéis do Estado Islâmico.
A religião, que serviu também para moldar as bases morais das civilizações, assume categoricamente um papel doutrinador quando seus fiéis possuem pouca bagagem intelectual, estes que aceitam os dogmas impostos pela igreja, abandonam a magnífica capacidade humana e aceitam as muletas metafísicas.
Como Nietzsche já percebia: “Deus esta morto: mas considerando o estado da espécie humana, talvez ainda por um milênio existam cavernas em que se mostrará sua sombra". Este caos que se estabelece pelas diferenças é inadmissível em uma sociedade organizada e para tanto, são necessárias medidas imediatas.
Sendo assim, somente um acesso a educação de qualidade, a filosofia e a ética, tornarão as pessoas mais céticas e reflexivas do mundo que as cerca, todas cientes de que para um convívio em sociedade é preciso que cada ação individual vise o bem comum.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás