Título da Redação: Tendenciosidade do preconceito nas futuras gerações

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há cerca de 3 anos por Allan Portela


"Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.", essa citação é de Albert Einstein(1879 a 1955), por meio dela percebemos que a luta contra a intolerância religiosa não é de hoje, e sim uma batalha de séculos.
Quando ouvimos falar em intolerância religiosa, logo pensamos nos conflitos politico-religioso do Oriente Médio, o que faz parecer uma coisa distante e que não existe no nosso país, afinal nós vivemos em um país "laico". Entretanto, o Brasil possui um nível elevado e crescente de preconceito religioso, pois, devido a miscigenação de povos , nosso país se tornou rico em cultura, mas, infelizmente cultos a religiões menores como Umbanda e Candomblé são vítimas de discriminação por parte de membros de religiões maiores.
Outro fator que tem prejudicado o combate ao preconceito de crenças diferentes tem sido o ensino religioso nas escolas, que na maioria das vezes dá destaque somente ao Catolicismo, o que faz com que os alunos tenham uma tendência a achar as demais crenças erradas, e assim difundir o preconceito nas próximas gerações.
Por tudo isso, se quisermos mudar essa atual situação devemos realizar reuniões entre escolas, pais, alunos e demais membros da sociedade para um debate sobre o assunto, e assim chegar a um acordo que seja acima de tudo que seja justo para todas as partes.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás