Título da Redação: O verdadeiro sentido de superioridade

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 3 anos por Vitoria


O sentimento de superioridade sempre esteve presente na sociedade brasileira. Com a chegada dos Europeus, que se sentiam superiores aos índios nativos, houve a tentativa de adequar os mesmos à cultura “superior” européia. Tempos depois, com a escravização do negro africano houve novamente a tentativa de “ensiná-los” uma cultura digna e adequada. Hoje, é notável que o sentimento de superioridade persiste em grande parte da sociedade, que tenta pela intolerância adequar o restante à suas crenças e escolhas.
Primeiramente, é preciso destacar que a intolerância religiosa vem atingindo seu ápice com o passar dos anos. Uma pesquisa realizada pela Carta Capital revelou que cerca de mil casos de violência moral e física foram registrados este ano, todos tendo como motivo principal a religião. Dentre tais casos, são inúmeros os que saíram impunes, mostrando a fragilidade com que o país lida com um assunto tão grave e pertinente como a intolerância.
Além disso, é nítido que tal intolerância não caminha sozinha, ela é acompanha pelo racismo. Uma demonstração é o fato de grande parte das violências serem praticadas justamente contra negros e pobres ou seguidores das religiões de raiz africana. Outro fato chocante e preconceituoso foi a Justiça federal do Rio de Janeiro não ter considerado o candomblé e a umbanda como religiões pois as mesmas não veneram apenas uma divindade, desvalorizando assim não apenas estas crenças como novamente a dos indígenas e todas as politeístas.
Nesse aspecto, podemos frisar ainda que lideres religiosos como Cristo, Buda e Maomé eram pregadores de amor e respeito ao próximo, estipulando esses dois atos como essenciais para a elevação espiritual e, em momento algum, fundamentalistas e violentos. Tal fato demonstra que a luta travada entre religiões, que não estava escrita em livros sagrados e muito menos tem apoio das divindades, são realizações do homem em sua completa ignorância moral e espiritual.
Por fim, é necessário que a mídia assuma um caráter moralizador e desbanque, por meio de propagandas, campanhas e até mesmo novelas, a idéia de superioridade que vem a séculos assombrando nosso país. O governo, por sua vez, deve aprimorar as leis relativas à intolerância e fiscalizar com maior precisão as mesmas. Ainda assim, não deixa de ser obrigação da escola priorizar o ensino de diferentes culturas e crenças em jovens, promovendo a integração social. Só com o fim da intolerância poderemos viver em uma sociedade realmente superior.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás