Título da Redação: Intolerância Religiosa: preconceito e ignorância

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 3 anos por Lara Redígolo


O Brasil é um país Constitucionalmente laico. Sendo assim, há, em tese, a livre manifestação de cultos e práticas de qualquer religião. A intolerância religiosa tira do cidadão um direito resguardado pela lei. Esse ato ocorre devido à falta de conhecimento e respeito de quem o pratica, resultando em violência.
Dentre todas as religiões, as afro - Umbanda e Candomblé - são as que mais sofrem com a intolerância. Ocorre violência não só com os seguidores mas também com o espaço de realização dos cultos, o chamado "terreiro". Segundo pesquisas, ataques a essas duas religiões são responsáveis por quase a metade das ligações recebidas pelo Disk Denúncia.
Esse problema ocorre em países de grande miscigenação, como nos casos da Índia e do Oriente Médio, onde a intolerância religiosa dá origem a guerras e tira a vida de milhões de pessoas. Felizmente, o Brasil - ainda - não chegou a esse ponto.
Com grandes diferenças culturais e étnicas, o Brasil ainda terá de atravessar muitas barreiras, pois, independente do que diz a Carta, o preconceito ainda é grande na mente das pessoas. Medidas possíveis de serem tomadas são o uso de cartilhas escolares, que podem diminuir esse preconceito para as próximas gerações. Além das medidas preventivas, a punição para os crimes que já ocorrem é essencial para que diminua esse tipo de violência.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás