Título da Redação: Intolerância religiosa: da colonização até os dias atuais.

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há quase 3 anos por Rafa Farias


O Brasil, um país que é declarado laico, ou seja, não tem religião oficial. Onde seus cidadãos tem direito a liberdade religiosa e de expressão. É desde sua colonização, grande alvo de intolerância religiosa, principalmente em relação às de origens africanas.
Na época em que o Brasil foi colonizado, os habitantes tinham total liberdade de para expressar sua religião, porém, com a chegada dos portugueses tal liberdade foi retirada. Sendo inserida em seu meio uma religião, que era considerada "correta". Dessa forma, os índios e escravos eram desrespeitados e suas formas de religiões desprezadas.
O mesmo também é visto na sociedade atual, a mesma represália conta os rituais africanos ou de qualquer outro que seja diferente do comum entre a população. Os quais são considerados macumbeiros. O que acaba gerando um rótulo específico em todos os religiosos, independentes de suas crenças, mas as mais são as de origens africanas.
Dessa forma, sendo a intolerância herança do período colonial do Brasil, e a falta de respeito com as demais religiões e suas diversidades. Faz-se necessário, uma educação religiosa, onde a família deve ensinar ao cidadão valores, que possam respeitar as outras religiões sem importar qual seja a sua formação, é preciso que todos se unam contra a intolerância religiosa no país, para que esse quadro possa ser mudado.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás