Título da Redação: Indiferença

Proposta: A intolerância religiosa no Brasil

Redação enviada há cerca de 3 anos por julinha porto


O meu respeito vai até onde o seu começa, então por que você não continua a respeitar o próximo? A religião dele não muda nada na minha ou na sua vida. Te faz melhor, você o rebaixar, pois o Deus dele é colorido, com desenhos ou pircengs? Ou por quê ele não tem ou não crê em nenhum Deus? Independente de tudo e de todos, nos estamos em caminhos diferentes que levará nos todos para o mesmo lugar.
Só por que as pessoas dizem serem espiritas, dizem que frequenta o umbanda, candomblé, não quer dizer que elas fazem algum tipo de macumba para lhe prejudicar. E se temos católicos, evangélicos, crentes, deixem eles com suas crenças, com seus Deus, com suas adorações, enquanto aos ateus, eles também tem coração, tem compaixão com o próximo, tem princípios morais, eles tem motivos para ser oque eles são hoje, decisão deles, e nos não podemos optar ou descriminar eles por isso, ao contrario, deveríamos apoiar e dizer que todos os Deus são a mistura de um só, e que juntos somos melhores que separados.
Se eu fosse azul, preta, branca, verde, eu ainda serei ser humana, se eu gostar de mulheres ou homens ainda serei humana, e por que você não pode respeitar minhas escolhas? Eu respeito as suas.
Vamos agir diferente, mudar as coisas, estamos no século XXI, no Brasil, já não acha que está um pouco tarde para toda essa discriminação? Abra seus olhos, seja diferente!

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás