Título da redação:

A crescente crise da mobilidade urbana brasileira

Tema de redação: A crescente crise da mobilidade urbana brasileira

Redação enviada em 07/09/2016

O século XX foi de grande importância no que se refere a mobilidade urbana. O crescimento vertiginoso da industria automobilística nesse período trouxe uma imensa frota de veículos às ruas das cidades. No entanto a evolução do transporte público, bem como a infraestrutura das vias mobilísticas, ficou parada no tempo, agravando a crise da mobilidade urbana. A cultura do transporte motorizado individual, divulgado hiperbolicamente pela mídia brasileira, já não faz parte do padrão mundial de desenvolvimento sustentável. O transporte público, mais econômico e menos poluente, é sem dúvida a grande solução para desafogar a mobilidade urbana. Entretanto, no Brasil, infelizmente esse tipo de locomoção se encontra em situação precária, com ônibus sucateados, superlotados e inseguros, o que leva a população a optar por um transporte individualizado. Nesse viés, a infraestrutura das vias urbanas permaneceu com foco no transporte motorizado, tirando espaço de meios de locomoção mais ecológicos, como ciclovias. Segundo a revista Veja, mais de 40% do deslocamento na cidade de Barcelona é feito a pé ou de bicicleta. Já no Brasil esse tipo de locomoção ainda é algo com pouco investimento, representando apenas 1% da malha viária das capitais do país, de acordo com o site de noticias G1. Por conseguinte, o Brasil precisa urgentemente priorizar o transporte público, assim como expandir a infraestrutura de locomoção sustentável. Nesse ponto, o Ministério do Transporte, em parceria com estados e municípios, deve aumentar o investimento na malha viária pública e sustentável. Caso contrário, além de uma selva de pedra, teremos também um mar turbulento de carros e motos.