Título da Redação: Sempre o famoso "camarote"

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por Natália Andrade


O processo de urbanização das cidades intensificou-se no século XIX, o que provocou a saída de pessoas do campo para as cidades, de forma desorganizada e sem planejamento. Isso provocou a desorganização das cidades e o surgimento das periferias. Ou seja, o processo de "Camarotização" já vem de tempos remotos, como forma de divisão das classes sociais.
Podemos perceber de forma bem clara que, há uma divisão na sociedade brasileira entre os "ricos" e os "pobres". Estes, até frequentam os mesmos lugares, mas, são recebidos de forma diferente, porque não possuem dinheiro, sendo discrimados.
Lojas, shows, estádios de futebol, isto é, lugares que são públicos, têm o atendimento diferenciado com as pessoas. Por exemplo, quando uma pessoa pobre entra em uma loja, ela não é bem recebida como um rico, que vai bem vestido e demonstra ter dinheiro. Muitos donos de loja pensam que, quando um pobre entra em sua loja, vai é roubar, muitas vezes expulsando-o.
Em decorrência disso, muitas pessoas ficam constrangidas. Mas, isso somente ocorre por causa da falta de políticas públicas eficientes. Se os hospitais e escolas públicas fossem bem estruturadas, não existiriam as particulares, pois, as pessoas de classe alta não precisariam procurar serviços melhores e, assim, não iria haver essa divisão.
Então, esse processo de divisão de classe social deve acabar, permanecendo a democracia entre todos, através da melhoria dos hospitais e escolas por parte de políticas públicas, para que as particulares sejam extintas. Ofertas de empregos e cursos também devem ser lançados para os jovens, para que estes possuam uma melhor formação e tenham um estilo de vida adequado. Lugares públicos como shows e estádios de futebol devem ser estruturados de forma igual, afim de receber todos no mesmo local, para que os "camarotes vips" sejam extintos e, junto com eles, a divisão de classe. Só assim, poderemos ter um país mais democrático e igualitário.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Sirleide Almeida

    Você demonstra poucos desvios da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, Abaixo, destaco as principais falhas: “Sempre o famoso "camarote" O processo de urbanização das cidades intensificou-se no século XIX, o que provocou a saída de pessoas do campo para as cidades, de forma desorganizada e sem planejamento. Isso provocou a desorganização das cidades e o surgimento das periferias(. – retirar) O(o)u seja, o processo de "Camarotização" já vem de tempos remotos, como forma de divisão das classes sociais. (Cadê o seu posicionamento em relação ao tema?). (Falta articular parágrafo anterior com o posterior.). Podemos perceber de forma bem clara que, há uma divisão na sociedade brasileira entre os "ricos" e os "pobres". Estes, até frequentam os mesmos lugares, mas, são recebidos de forma diferente, porque não possuem dinheiro, sendo discrimados (discriminados). (Falta articular parágrafo anterior com o posterior.). Lojas, shows, estádios de futebol, isto é, lugares que são públicos, têm o atendimento diferenciado com as pessoas. Por exemplo, quando uma pessoa pobre entra em uma loja, ela não é bem recebida como um rico, que vai bem vestido e demonstra ter dinheiro. Muitos donos de loja pensam que, quando um pobre entra em sua loja, vai é roubar, muitas vezes expulsando-o. Em decorrência disso, muitas pessoas ficam constrangidas(. – retirar – cuidado, pontos finais em excesso podem prejudicar a fluidez do seu raciocínio e evidenciar pouca habilidade com os recursos coesivos da língua.). Mas, isso somente ocorre por causa da falta de políticas públicas eficientes. Se os hospitais e (as) escolas públicas fossem bem estruturadas(os), não existiriam as particulares, pois, as pessoas de classe alta não precisariam procurar serviços melhores e, assim, não iria haver essa divisão. Então, esse processo de divisão de classe social deve acabar, permanecendo a democracia entre todos, através da melhoria dos hospitais e escolas por parte de políticas públicas, para que as particulares sejam extintas. Ofertas de empregos e cursos também devem ser lançados para os jovens, para que estes possuam uma melhor formação e tenham um estilo de vida adequado. Lugares públicos como shows e estádios de futebol devem ser estruturados de forma igual, afim de receber todos no mesmo local, para que os "camarotes vips" sejam extintos e, junto com eles, a divisão de classe. Só assim, poderemos ter um país mais democrático e igualitário”. Além dos destaques acima, percebo apresenta domínio razoável do texto dissertativo-argumentativo, atendendo à estrutura exigida com proposição, argumentação e conclusão. Todavia, lembre-se de que o texto dissertativo-argumentativo é todo organizado em defesa de um ponto de vista, sobre determinado assunto. É fundamentado por argumentos, a fim de influenciar a opinião do leitor ou ouvinte, tentando convencê-lo de que a ideia defendida está correta. Sendo assim, ele deve expor e explicar ideias. Daí a sua dupla natureza: é argumentativo porque defende uma tese, uma opinião, e é dissertativo, porque se utiliza de explicações para justificá-la. Não acatar plenamente essa dupla natureza prejudicou a sua argumentação que, em algumas partes, mais pareceu uma descrição de fatos, ao apontar apenas características individualizantes do tema. Para evitar isso, deve apresentar uma tese consistente, em seguida, expor fatos, informações e ideias relacionadas ao tema e analisadas de acordo com o seu posicionamento. Sobre a organização textual, você mostra informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas estão organizados, cujas partes do texto não estão habilmente articuladas, devido o repertório pouco diversificado de recursos coesivos. Sendo assim, lembre-se de que cada parágrafo, cada ideia nova precisa estabelecer relação com as anteriores. A utilização de variados recursos linguísticos (preposições, conjunções, advérbios pontuação, entre outros) garantem as relações de seguimento essenciais à elaboração de um texto coeso, evitando, assim, as sequências justapostas e incompletas de ideias, sem os devidos encaixamentos sintáticos. Percebo também que você desenvolve o tema por meio de uma argumentação previsível, limitada, em sua maioria aos textos motivadores, que foram apresentados para despertar uma reflexão sobre o tema e não para desencorajar a sua criatividade. Sugiro que acrescente suas leituras feitas sobre o assunto, tente demonstrar um pouco do repertório sociocultural adquirido durante a sua vida estudantil. Por fim, elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Sugiro que busque propostas mais detalhadas, específicas ao seu ponto de vista, consistentes e articuladas com o desenvolvimento de suas ideias. Ademais, continue se esforçando para alcançar seus objetivos. Bons estudos!

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás