Título da Redação: Sem título

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por Ka


O Brasil se encontra com uma desigualdade muito grande. Onde a sociedade está separada por etnia, raça, cultura, classe social entre outros motivos, que vieram a partir da colonização do país.
Essa segregação foi acontecendo com a crescente urbanização das cidades que desde o princípio vem sendo desigual e que está vinculada com a industrialização do século XX, onde a sociedade foi dividida entre os capitalistas (donos de indústrias, empresas, bancos...) e os trabalhadores que prestam os serviços para os mesmos, por isso nos dias atuais se encontra a minoria com muito e a grande massa populacional com pouco, levando estas a ocuparem locais em condições precárias, sem saneamento básico e até mesmo oferecendo risco de desabamento.
Com a entrada de estrangeiros no Brasil a população foi ficando heterogênea, adquirindo assim novos costumes, raça, etnia, que desde a exportação dos navios negreiros os negros foram prejudicados, não tendo direito de estudar, brincar, votar... Mas isso vem tendo melhoras a contar com a Lei Áurea e com a luta de Nelson Mandela pelos direitos iguais.
De acordo com o exposto, conclui-se que, para haver melhorias no país necessita que toda a população trabalhe junta, onde o poder público ofereça mais empregos, para a sociedade buscar locais melhores, implantem saneamentos básicos adequados nas regiões de alta necessidade. Ademais, é imprescindível que a população brasileira não busque uma igualdade entre todos, mesmo tendo suas diferenças étnicas, culturais, sociais, na cor... Devem desenvolver palestras e atividades lúdicas q envolvam toda a população.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás