Título da Redação: Relações capitalistas mudando o modo humano de pensar.

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por David Moreira


Desde a ascensão da burguesia no período feudal, viu-se crescer no mundo o pensamento capitalista; que tem em seu cerne a ideologia da compra e do lucro, sendo utilizado quaisquer mecanismos para se obter ambos. Dessa forma, surgiram diversas fabricas e shoppings com esse intuito. Entretanto tornar o mundo consumista, acarretou no pensamento segregacionista que assola o Brasil, visto que tanto as políticas públicas como a construção do ambiente urbano brasileiro foi voltado apenas para aquele que possui poder de compra.
Diante disso, cria-se a segregação social, uma vez que as empresas estão criando cada vez mais ambientes do consumo nas cidades, e em contra partida cada vez menos ambientes culturais e de lazer para a população brasileira. Para tanto, tais aglomerados de shoppings centers faz essa distinção entre quem possui poder de comprar e de quem não possui.
Ademais, construir espaços de lazer apenas para uma camada da sociedade gera mal estar social entre aqueles que não podem comprar, além de preconceito, como ocorreu nos famosos casos de "rolezinhos". Dessa forma vê-se em xeque a tão sonhada democracia e a própria constituição que afirma direitos iguais a todas as camadas sociais.
Portanto, é necessário antes de tudo, repensar nas construções sociais, com o intuito de vê onde existe o pensamento segrega-
cionista, apos isso as cidades devem ser remodeladas não só para incluir as pessoas com baixo poder de compra em ambientes considerados "caros", mas também gerar nelas o sentimento de pertencimento social. E por último cabe ao governo, garantir educação igualitária, como ocorre na Islândia, para que com isso possa-se ter igualdade tanto comercial, como educacional, gerando oportunidades iguais para todos,


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    O texto é, em geral, muito bem construído e articulado. A argumentação é consistente e aborda o tema de modo satisfatório. Atenção à estruturação dos parágrafos. O candidato cita algo positivo que ocorre no sistema de educação da Islândia sem, contudo, dizer o que é e por que é positivo e serve de exemplo. A proposta de intervenção sugere que as construções sociais sejam "repensadas", mas o que isso significa? Quem faria isso? Como? E como o governo agiria para promover a educação igualitária?

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás