Título da Redação: Reflexos do dinheiro

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por VIVIAN FREITAS


Dos primórdios da terra até os dias de hoje,os seres humanos possuem a vontade de se diferenciar um dos outros,algo explicado pelo DNA humano.De suma importância para o equilíbrio social,o convívio entre pessoas independente de qualquer fator,deve ter o merecido respeito,não deixando espaços para estereótipos ou fenômenos de exclusão social.
Em nossa sociedade são vários os exemplos de "Camarotização " ,sejam as ilhas,muros que cercam as casas,segurança privada,condomínios,camarotes de carnaval.Esse fenômeno de relevância histórica acaba muitas vezes por gerar a violência em várias cidades,a exemplo dos "rolezinhos" ampliam ainda mais a diferenciação social apoiada pela mentalidade mercantilista.
Essa segregação é muitas vezes reflexo da sociedade do dinheiro visto que reproduz o que vemos no dia-dia,como o preconceito,a desigualdade ,acaba por enfraquecer o equílibrio social e a democracia.
Por tudo isso,é de extrema valia ressaltar a importância ações que mantenham o bem social comum,afim de combater a exclusividade de determinados serviços ou a determinador lugares,por mérito ou condições financeiras,mas pelo simplesmente por ser cidadão,garantindo assim a saúde das relações sociais e extinção aos poucos da segregação social ainda vigente.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    O texto possui argumentação muito pertinente, porém pouco aprofundada. O candidato poderia ter explorado mais os exemplos que deu, como a questão do DNA explicar a necessidade humana de se destacar. A introdução não situa o leitor sobre o tema. A proposta de intervenção sugere "ações que mantenham o bem social comum", mas que ações seriam essas? Quem faria? De que modo?

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás