Título da Redação: Redação sem título.

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 2 anos por usuário anônimo.



Na sociedade brasileira até meados do século XX, em alguns espaços públicos, como em escolas, era explícito o bom convívio entre diferentes classes sociais, como relata um professor universitário sobre a escola em que estudou. Em contrapartida, locais como aeroportos e outros mais sofisticados eram frequentados pela sociedade abastada. Devido à ascensão das camadas sociais menos favorecidas, permitiu-se o acesso dessa população aos locais anteriormente exclusivos da classe alta, estimulando ao que é chamado de “camarotização”, consequentemente rompendo com um dos princípios da democracia, a igualdade.
Desde a civilização judaico-cristã ocidental a riqueza espiritual evidencia-se da riqueza material. No entanto, a partir do surgimento do Capitalismo Industrial tornou-se mais importante “ter” do que “ser”. Não obstante, a posse de bens materiais não foi o suficiente, o “parecer” se elevou a todos, gerando uma “sociedade do espetáculo”, na qual o poder de consumo tem que ser mostrado - inclusive nas redes sociais.
Devido à exclusividade que o público opulento quer ter, cada vez mais ocorre esse separatismo entre as classes, assim sendo, querem se sobrepuser uma a outra, “o passageiro rico não quer ter o desprazer de sentar ao lado de sua empregada doméstica num avião” – como diz Rosana Machado (antropóloga e professora da Universidade de Oxford). Essa classe que se sobrepõe possui melhores serviços, como de saúde e educação, enquanto a população menos favorecida sofre para ter suas necessidades básicas aprovisionadas. Perante a lei da Constituição Brasileira, a igualdade deve atingir a todos, porém o Estado não a mantém de maneira admissível.
Torna-se evidente que esse problema da segregação social vem ganhando força gradativamente. Para modificar tal situação é necessário que haja uma compreensão do setor público para garantir melhoria às classes menos favorecidas e garantir seus direitos. Todo o público deve colaborar para viver em uma sociedade harmônica, onde todos possam usufruir de suas concessões e ter uma vida e um convívio social agradável.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

Não existem comentários. Seja o a comentar neste texto.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás