Título da Redação: Narcisismo coletivo

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 3 anos por André


O ser humano, segundo Freud, é extremamente narcisista. Essa idealização de si tem como consequência, o menosprezo pelo outro. Na vida em sociedade, em vários momentos da história, percebeu-se uma espécie de narcisismo coletivo, em que determinada raça se denominava superior a outra.
O modelo escravocrata e o nazismo são alguns dos principais exemplos de segregação e falta de democracia, e engana-se quem pensa que esses modelos de pensamento ficaram nos livros de História. Na Rússia, por exemplo, quando a população ver uma pessoa de cor negra na rua chegam a apontar.
No Brasil, a segregação além de racial é, também, de cunho financeiro, em que pobre é sinônimo de assaltante. Esse argumento fica evidente no dia a dia quando se caminha pela rua. Quando percebe-se um rapaz negro e mal vestido fica-se instantaneamente em estado de alerta. Para evitar a mesclagem de classes sociais os ambientes de lazer, como estádios e casas de show, colocam o preço do camarote com um preço inacessível para a maioria da população, fortalecendo a segregação.
Portanto, conclui-se que a segregação entre pessoas é de cunho cultural, tendo o governo grande responsabilidade , como proibir preços de camarotes muito diferente dos demais lugares e fazer campanhas para promover a fraternidade e respeito ao próximo, valores que estão ficando apenas nos livros.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018