Título da Redação: Muro do capital: separando ricos e pobres

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por clara alice


No século XXI na Alemanha,a construção conhecida como “muro de Berlim” separou capitalistas e socialistas.Contemporaneamente,no século XXI no Brasil uma obra imaginária foi construída o “muro do capital” que separa ricos e pobres .
No ano de 1960, a palavra “camarotização” não fazia parte do vocabulário usual das pessoas.Isto de segregação de classes era quase nulo.Ricos e pobres,na maioria das vezes,frequentavam os mesmos lugares.
As causas para essa separação está relacionada com a falta de estrutura em transportes,hospitais e escolas públicas que fazem as pessoas desejarem um serviço pago,assim os de maior nível social adquirem,e consequentemente haverá a segregação.Isto,está ligado também a falta de diálogo sobre a igualdade,independente da classe social,nas escolas e na família,assim, gerando esta segregação.Contribuindo para sociedade não democrática e o preconceito dos de nível mais alto com os de classe média ou baixa.
Atualmente,há lugares que contrariam a camarotização,unindo os de nível social alto com os de nível social baixo em uma mesma fila e mostrando que essas duas classes podem se divertir juntos.Existem também as organizações não governamentais que palestram contra a segregação.Mas,diante o crescimento desta infeliz separação isto se torna mínimo.
Desta maneira para que este muro imaginário da segregação se rompa é importante que o estado estruture mais os serviços públicos,que a escola juntamente com a família ensine os princípios éticos e como viver democraticamente,independente de raça,classe,etnia e etc.Que os órgãos não governamentais continue com as palestras em diversos lugares seja eles públicos ou não para que assim se possa viver em uma sociedade sem barreira de classes.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Sirleide Almeida

    Você demonstra poucos desvios da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, Abaixo, destaco as principais falhas: “Muro do capital: separando ricos e pobres No século XXI(,) na Alemanha, a construção conhecida como “muro de Berlim” separou capitalistas e socialistas. Contemporaneamente, no século XXI(,) no Brasil(,) uma obra imaginária foi construída o “muro do capital” que separa ricos e pobres. No ano de 1960, a palavra “camarotização” não fazia parte do vocabulário usual das pessoas. Isto de segregação de classes era quase nulo. Ricos e pobres, na maioria das vezes, frequentavam os mesmos lugares (tem certeza disso?). (Falta articular parágrafo anterior com o posterior.). As causas para essa separação está(ão) relacionada com a falta de estrutura em transportes, hospitais e escolas públicas que fazem as pessoas desejarem um serviço pago, assim(,) os de maior nível social adquirem(,) e consequentemente haverá a segregação. Isto, está ligado também a falta de diálogo sobre a igualdade, independente da classe social, nas escolas e na família, assim, gerando esta segregação. Contribuindo para sociedade não democrática e o preconceito dos de nível mais alto com os de classe média ou baixa. (Falta articular parágrafo anterior com o posterior.). Atualmente, há lugares que contrariam a camarotização, unindo os de nível social alto com os de nível social baixo em uma mesma fila e mostrando que essas duas classes podem se divertir juntos. Existem também as organizações não governamentais que palestram contra a segregação. Mas, diante o crescimento desta infeliz separação isto se torna mínimo. Desta maneira(,) para que este muro imaginário da segregação se rompa é importante que o estado estruture mais os serviços públicos, que a escola juntamente com a família ensine os princípios éticos e como viver democraticamente, independente de raça, classe, etnia e etc. Que os órgãos não governamentais continue(m) com as palestras em diversos lugares seja eles públicos ou não para que assim se possa viver em uma sociedade sem barreira de classes”. Além dos destaques, sugiro que acrescente suas leituras feitas sobre o assunto, utilize dados, faça analogias, tente demonstrar um pouco do repertório sociocultural adquirido durante sua vida estudantil. Isso também diminui a possibilidade desenvolver ideias semelhantes que deixam o texto com pouca criatividade e previsível. Quero ainda comentar que articula as partes do texto, de forma mediana, com desajustes e repertório pouco diversificado de recursos coesivos. Isso é evidenciado, principalmente, entre os parágrafos e entre as orações que se caracterizam como sequências justapostas de ideias, sem os devidos encaixamentos sintáticos. Por fim, elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Sugiro que busque propostas mais detalhadas, específicas ao seu ponto de vista, consistentes e articuladas com o desenvolvimento de suas ideias. Ademais, continue se esforçando para alcançar seus objetivos. Bons estudos!

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás