Título da Redação: Efeitos da elite camarotizada

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Viviane Oliveira


Durante toda a história é evidente a separação de classes sociais. Porém, na contemporaneidade torna-se um fenômeno cada vez mais intenso provocado pelo feito dos chamados camarotes. Com uma cultura em que previlegia a imagem, a camarotização da sociedade é apenas mais uma evidência da necessidade de mostrar o poder social e econômico que possui, além de separar-se daqueles considerados inferiores. Isso faz com que rompa o compartilhamento democrático desses espaços.
Uma analogia a Revolução Francesa, período o qual a sociedade se dividia em clero, nobreza e terceiro estado é possível detectar o hoje, não essas mesmas classes, mas sim por apresentar-se cada vez mais segmentada. Esse processo de segregação vivido, também marcou o Brasil durante a Colônia e Império, e que o tempo e a falta de políticas eficazes para inserção das esferas marginalizadas não foi capaz de combater.
Esse fato atual tem como um dos motivos a inserção de classes populares no universo do consumo o que suscitou tensões muitas vezes relacionadas à ocupação de espaços públicos e privados. Os rolezinhos, feitos por classes mais baixas, em centros de consumo podem ser lidos como uma maneira de expressar a vontade de ocupação de um local antes restrito às classes mais abastadas. Esse efeito da camarotização seria uma reação a essa inclusão, através da criação de shoppings de luxo e nos próprios camarotes de festas.
Até o século passado os mesmos espaços eram usufruidos por classes sociais distintas e isso muitas vezes propiciava o fortalecimento da democracia. Um dos maiores exemplos são estádios de futebol, onde todos conviviam da melhor forma. Também, esse espaço representa hoje a exacerbada separação, o que foi comprovado durante a Copa do Mundo em 2014, em que camarotes com famosos representavam a "ostentação" . Contudo, a massa de pessoas com menos poder aquisitivo não possuiu a chance de pertencer ao evento devido ao preço elevado. Isso mostra o quão a sociedade ainda é marcada de preconceito e precisa reverter tal cenário.
Dessa forma, faz-se necessário a organização do Estado frente a essa questão, através da redução desses aparatos em espaços públicos, como também durante grandes eventos como as próximas Olimpíadas, de modo a favorecer a entrada à aqueles que se veem sem chance de participação, a fim de acabar com rolezinhos, já que não irão se sentir a margem da sociedade. Além disso, desde a educação básica trabalhar com a criança a igualdade, para que a camarotização que perpetua e modifica a eficácia democratica não seja repleta no futuro.

Receba 48 redações corrigidas por apenas R$ 18 por mês *
Clique e conheça nossos planos

* Valor equivalente por mês para o Plano Anual.

Últimos Vídeos no Youtube

Clique aqui e inscreva-se no nosso canal

Img

Como driblar os desafios da liberação do porte de arma - Tema de redação para o ENEM

Img

A questão da fome no Brasil e seus fatores motivadores - Tema de redação para o ENEM

Img

Dicas de gramática: Colocação pronominal

Img

5 Possíveis Temas de Redação para o ENEM 2018

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás