Título da Redação: Democratização do consumo

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há mais de 2 anos por Cheila Silvestre dos Santos Araújo


George Orwel, em sua obra: a revolução dos bichos; retrata o tema da desigualdade dos indivíduos frente aos privilegiados.Segundo o autor, em uma sociedade pautada no capitalismo de mercado todos somos detentores dos mesmos direitos de posse,embora na prática nem tudo seja realmente dessa maneira .Nesse contexto, acentuam-se as disparidades econômicas entre os diferentes extratos sociais bem como sua segregação.
Todavia, este apartheid social tem causado inúmeros malefícios à vida em sociedade. Uma vez que um dos princiapis problemas do mundo ocidental é a crise causada pelo neoliberalismo econômico; responsável,sobretudo, pela manutenção e o crescimento das desigualdades entre as classes dominantes e as classes trabalhadoras.
Desse modo, a camarotização da vida seria mais um reflexo do acirramento das disparidades existentes. Visto que, em quase todos os segmentos de mercado podemos optar ora por produtos mais acessíveis, ora por produtos e serviços ''vip'', acessíveis somente a quem dispõe de maiores condições socioeconômicas de adquiri-los.Nesse sentido, a expressão vip,ou em inglês: very important people exemplifica muito bem o conceito de produto direcionado às pessoas consideradas mais importantes.
Entretanto, por mais que a propriedade privada seja um direito universal e garantido por lei, observamos claramente que nem todos os indivíduos detém as mesmas condições de possuir isto ou aquilo. De forma que tal fato relaciona-se diretamente à frase de Orwel :'' todos somos iguais,porém uns são mais iguais que os outros"
Fica evidente, portanto,que devemos lutar para alcançar a igualdade social em nosso país. A cultura da ostentação tem sido sim um entrave para a justiça social.Porém, tal cultura depreciativa não só pode como deve ser combatida.Para este fim,o Estado brasileiro deve assumir a liderança em estabelecer políticas públicas de igualdade social.Escolas podem ensinar as crianças a desde pequenas, encarar o fato de que poder econômico de modo algum confere superioridade em relação aos outros.Dessa maneira, estabeleceremos uma sociedade na qual a justiça social seja alcançada de forma plena.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Laura Assis

    Seu texto evidencia, no geral, um bom domínio da norma padrão, entretanto, é preciso atentar para alguns desvios, principalmente pontuação, conforme indicado, pois o uso incorreto da pontuação pode prejudicar o entendimento do texto e a organização das ideias. Você compreendeu bem o tema proposto, apresentando argumentos interessantes, coerentes e bem desenvolvidos, com informações e exemplos adequados. O texto tem uma ótima organização, com uma estrutura que segue o padrão exigido (introdução, desenvolvimento, conclusão). No que diz respeito à estrutura interna dos parágrafos, sua redação não apresenta maiores desvios, sem problemas significativos de sentido e coerência, exceto em alguns trechos indicados, no 1º e 3º parágrafos, que precisam ser reformulados. A intervenção poderia apresentar medidas mais desenvolvidas, é necessário detalhar as ações da melhor forma possível, explicando como elas devem acontecer, para que sua proposta seja considerada satisfatória. Quais seriam essas políticas de igualdade social? Como seriam feitas? Como as escolas ensinariam a igualdade? Respondendo a essas questões você apresentaria uma intervenção mais completa.

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás