Título da Redação: "Camarotização" da educação e a democracia

Proposta: A “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia

Redação enviada há cerca de 3 anos por Patricia Azevedo


O pilar da democracia é, sem dúvidas, liberdade e igualdade para todos. Nesse contexto, podemos observar que o Brasil vivencia um paradoxo frente a "camarotização" generalizada que vem apresentando nos últimos anos, inclusive na educação.
Até os anos sessenta, o ensino público possuía qualidade indiscutível. E dessa maneira, funcionava como meio de inclusão social, já que ricos e pobres misturavam-se no meio escolar, o que sem dúvida agrega ganhos culturais e sociais enormes para a sociedade.
Hoje, as classe sociais "menos abastadas" são obrigadas a frequentar escolas públicas, de qualidade questionável. Enquanto os "mais abastados" estudam em "escolas camarotes" , bem colocadas no ranking do ENEM, que preparam seus alunos desde muito cedo para vencerem a concorrência acirrada dos vestibulares.
Ou ainda, classes mais superiores, que na verdade nem se interessam por vestibulares ou ENEM. Seus filhos frequentam escolas internacionais para estarem preparados para o "camarote universitário" internacional.
É necessário que haja uma mudança severa na qualidade da educação brasileira, de maneira que mesmo os mais abastados não tenham motivos para preferir os "camarotes". E assim, os diferentes estratos sociais possam novamente compartilhar uma vida comum.


Deixe seu comentário

  • Campo obrigatório


Comentários enviados

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A argumentação, apesar de pertinente, está limitada à realidade escolar. O candidato poderia ter levado a discussão para outras áreas nas quais também ocorre a segregação física por classes sociais. O texto é, em gera, bem construído e articulado. A proposta de intervenção sugere uma "mudança severa na qualidade da educação", mas o que isso significa? Como seria feito? Por quem?

  • Correção Gratuita
    Enviado por Ariana Lobo

    A argumentação, apesar de pertinente, está limitada à realidade escolar. O candidato poderia ter abrangido a discussão para outras áreas nas quais também ocorre a segregação física por classes sociais. O texto é, em gera, bem construído e articulado. A proposta de intervenção sugere uma "mudança severa na qualidade da educação", mas o que isso significa? Como seria feito? Por quem?

Rua 235, Número 294. Setor Leste Universitário. Goiânia/GO. Telefone: (62) 3209 6034

Projeto Redação © 2018 - Orgulhosamente Feito em Goiás